Projeto Clarice-se | Felicidade Clandestina

Então hoje é dia de mais um conto do projeto CLARICE-SE! E gente, é dia do conto mais lindo, estou até agora emocionada com tanta beleza, tanta sensibilidade em um texto relativamente pequeno.

Não vou fazer resumo porque acho que o prazer maior está na descoberta, mas ele basicamente conta sobre duas meninas: uma filha do dono da livraria (aparentemente rica) e uma apaixonada por livros (aparentemente pobre). A segunda sonha com livros, sendo ela a narradora do conto.

Para início de conversa, se passa em Recife/PE, uma cidade (um estado, aliás) na minha opinião, banhada de cultura, de cores e alegria. Enquanto lia, ficava imaginando as ruas coloridas e alegres, ainda mais com a menina contando que estava saltitante. Sério, imaginei com bandeirinhas e tudo.

Quando falo em sensibilidade, não apenas pela forma sensível em que a Clarice escreveu o conto, detalhando cada sentimento. Mas também com o próprio enredo.

Fala de amor por livros, alguém que viaja nas histórias, desse prazer em sentar e ler, do mundo maravilhoso que habita no interior de um livro. A menina tinha persistência, mesmo com tamanha hostilidade em que encontrou. Seu amor pela leitura era maior, superava todo e qualquer mal comportamento alheio.

Porque o amor é assim, o desejo, o sonho é assim. Não importa quantas vezes tentem  nos privar da felicidade, de realizar nossos desejos, quando a gente quer, a gente consegue, nem que leve tempo. Não há hostilidade que apague qualquer felicidade.

E pra aumentar a fofura do conto, adivinhem qual era o livro tão citado? Siiiim, ele mesmo: Reinações de Narizinho. Querem coisa mais amorzinho?

Aliás, que já leu essa frase aqui:

meninacomlivro
Feito por mim. Fundo retirado do Pinterest <3

Pois é, foi retirado desse conto. Acho que agora mais do que antes deu pra ter noção da real sensibilidade dele, né?

Corram, cliquem no link e leiam o conto, é pequeno, é lindo, de uma leitura rápida e emocionante:

Felicidade Clandestina

Livros são realmente objetos mágicos. E a vontade nos faz ir onde quisermos, essa foi a grande lição que tirei desse conto.

Um beijo no coração de cada um de vocês!

15871650_348801332173570_5356675192006676059_n

 

 

De Repente 30

Geeeeente! Trintei 😀 Não acredito que ontem, 25/03 fiz 30 anos de idade. Não, não dá. E cheia de vida, saúde, graaaças a Deus <3

bd92edae32642714e53ee13397986967
Fonte: Pinterest

Como sempre, só tenho GRATIDÃO pela minha vida, por todos esses 30 anos que vivi, pelas vitórias, pelas derrotas, mágoas, brigas, tropeços, alegrias…

Hoje faço essa reflexão, mas não sentada na cama meditando, como antes fazia, pensando nas coisas boas e ruins, no rumo que quero tomar. Acho que essa é uma vantagem de ter 30, de estar madura: você já é decidida! Mesmo que minha vida ainda não tenha chegado onde desejo, tenha dúvidas e erre os caminhos, já tenho meu desanimar. objetivo, sonhos fortes o suficiente para não desanimar.

f89cca468a6dc81cb831fcc16ba3e1e1
Pinterest

Já me sinto madura, forte e independente. Estou na luta para viver meus sonhos de verdade e MUUUUITO feliz!

É muita loucura, muita confusão, muita ansiedade, mas a maturidade nos ensina a ter paciência, a trocar ideias, a saber se expor.

E nunca posso deixar de lembrar como que esse blog, esse cantinho de paz me faz bem, por poder compartilhar minhas aventuras, dividir o pouco do que aprendo e, principalmente e o que mais mantém esse trabalho vivo: CONHECER PESSOAS TÃO LINDAS!!!

Gratidão aos amigos virtuais, principalmente os do “Vai um Café?”, que às vezes parecem que moram do lado da minha casa <3

Mas enfim, voltando a reflexão, essa vez, com a vida nova, fiz sentada na minha cama, na frente da câmera, gravando uma TAG muitíssimo especial: “De repente 30”! Espero que gostem e tem um recadinho no fim para todos.

Obrigada por todos que estão comigo, amo demais cada um de vocês! Isso me faz ver cada vez mais como O MUNDO É GRANDE! Tem muita coisa pra se ver, pra se descobrir.

Um beijo grande no coração de cada um de vocês!!

10 meses de livro A Bailarina e o Atleta

É muita alegria estar aqui hoje comemorando 10 meses que lancei meu primeiro livro. Sinceramente não tenho palavras para descrever.

livro 024

Em 10 meses já recebi tanto retorno positivo, comentários carinhosos, críticas construtivas e incentivo para seguir em frente nessa carreira que tanto estou amando.

Escrever para mim é colocar um (ou mais) sentimento no papel e passar adiante. Minha maior alegria é saber que, de alguma forma, estou ajudando alguém, contribuindo em alguma parte de sua vida, tocando o coração de alguém.

E, olha, é só o começo.

Imagino o que ainda está por vir, por isso comemoro cada passo, cada vitória, aprendo com cada tropeço e cresço a cada dia.c1ff6fe12ed3469da1cfb1228b7ebacb

Muita gratidão por esses 10 meses, por ver meu sonho ser real, meu livro sendo lido por pessoas maravilhosas.

Obrigada aos meus leitores mais lindos!

Obrigada a você que ainda vai ter a oportunidade de ler e compartilhar seus sentimentos pela história da Gabi.

E como sou suspeita para falar sobre ele, não deixe de dar olhadinha na resenha feita pela foofa da Simone Benvindo no seu blog Charme-se: Resenha A Bailarina e o Atleta

Um beijo grande no coração de cada um de vocês!!

As Várias Versões de Mim

Oláá amigos!! Hoje é mais um dia fofo de postagem coletiva, e, caramba, que tema lindo é esse? Puts, pensar nas minhas versões leva um tempo.

48575acf3aed902a361af6f4694ad5d2
Fonte: Pinterest

Sabe aquela expressão que a gente costuma ouvir e falar: “fulano tem duas caras”? Então, nesse caso a gente até fala pra uma pessoa mentirosa, falsa, que vive enganando todo mundo. Mas será que é só isso? Será uma pessoa não pode ter várias versões, vários momentos e mudar?

Eu sou um pouco (talvez bastante) assim. Deve ser conseqüência dos anos que passei fazendo teatro, ou faz parte da carreira de escritora, ou eu seja louca mesmo (voto no terceiro rs).

Posso gostar de várias coisas diferentes e viver bem, querem ver?

A versão nerd – A que gosta de estudar, ler livros e curtir coisas geeks.

A versão rock – Porque eu curto um rock de leve mesmo (já gostei do pesadão)

A versão patricinha – Não dá pra negar a quedinha pela moda e beleza.

A versão aventureira – Não preciso dizer o quanto gosto de uma aventura.

A versão hiponga – A que faz yoga, tenta meditar e gosta do contato natureza.

A meia versão esporte – É meia porque não gosto inteiramente, mas uma corridinha, uma bike muito me gusta, mesmo sendo lerda.

A versão lerdinha – Não posso deixar de falar dela, porque eu sou mesmo e isso nunca me impediu de chegar onde cheguei. Bananinha pra quem me critica.

A versão observadora – Porque eu pareço burra, mas estou de olho em tudo ao meu redor.

A versão amiga – Essa faz parte de mim mais que tudo, minha melhor versão.

A versão tímida – Tem hora que travo mesmo, essa minha pior versão.

E assim segue euzinha, um pouco de cada coisa, que teve dificuldade pra escolher a faculdade por isso, que demorou pra encontrar seu lugar no mundo porque não tinha um lugar próprio e que sonha em se aventurar pelo mundo.

eafa7b23f5acc211daaebe4ecc85340c

Já cantava Biquini Cavadão: “eu sou a soma de tudo que vejo…” e devagar vou criando mais versões de mim.

Obrigada a Joice do blog Depois de nós por criar esse tema, me permitir mergulhar dentro de mim e me conhecer melhor. Amo ser o que sou e sonho em me livrar das versões ruins.

E você, quais as suas versões? É meio embananado (a) como eu? Se for, toca aqui, pois somos muuuuito felizes 🙂

Beijo grande no coração flooooores!!

postagem-coletiva

 

TAG Ler é um presente <3

Olááá meus amigos!!! E hoje novamente é dia de vídeo, é dia de TAG literária. Essa lindinha “Ler é um Presente” encontrei no blog da Val, 1 Pedra no Caminho e como achei fantástica, muito minha cara, e ela deixou disponível aqui estou mostrando em vídeo e em cores pra vocês.

Muito amorzinho por sinal. Falar de leitura me emociona.

livropresente
Eu que fiz, gostaram?

Ela fez um texto no início com a fala de sua professora na faculdade e gostaria de pedir licença e copiar, porque achei perfeita, não poderia pensar em algo melhor para escrever:

“Quem ama dá livros”. É um presente muito significativo, principalmente se for algo que você já leu e quer compartilhar, pois é como  dividir  um pouquinho do seu lado mais profundo com alguém especial.

E não é isso? Não posso mais ficar falando os blablablas de sempre, que um livro nos desperta sentimentos, pode mudar alguma coisa na nossa vida… Imagina presentear alguém com um livro? Saber que você pode estar tocando o coração de alguém? Aiai, falo mais nada rs

Vamos ao vídeo?

 

E aí, curtiram? Modestia a parte eu gostei hehe

E fica a dica de presentes para mim no meu niver dia 25/03 HAHAHA (vale nada essa menina)!!!

E as minhas amigas que vou marcar? Bem, vamos escolher 3 amigas (escolhi 3 por causa do mês de Março, nenhum motivo melhor mesmo não):

Fernanda do Conversa Íntima

Paloma do Silenciosa Highway

Joice do Depois de Nós

Não precisa fazer vídeo meninas, podem escrever, vou adorar ler as respostas de vocês, viu!!

Quem quiser ver melhor a TAG, só clicar aqui, amigas: Ler é um presente !!

1d85b35f0f5b64ac9f7c6dbf16271111

Um beijo grande no coração de cada uma de vocês floooores, em especial da Val, pela TAG tão linda que fiquei muito contente em fazer 🙂

 

Minha experiência com Salon Line #todecacho

Oláá´meu amigos!! Hoje é dia de mais um vídeo no canal, um imensamente especial, pois foi o primeiro que gravei após a partida da minha cachorrinha Teca 🙁 Em meio a tristezas conto como foi minha experiência com os produtos da linha #todecacho da Salon Line.

                 Foto minha

Quem lembra do meu post http://cariocadointerior.com.br/index.php/2017/01/09/compras-e-presentes-cruelty-free/? Pois é, meu cabelo tava meio judiadinho e já havia mostrado que comprei os produtos #todecacho.

Será que gostei? Bem, só clicando no vídeo pra ver 😉

Mas e você, já usou esse produto? Gostou? Conta pra mim sua experiência.

Conhece outro da marca? Não deixe de recomendar hein…

Beijo grande no coração de cada um de vocês

Projeto Clarice-se – Feliz Aniversário

Boa noite flooores!! O conto de Fevereiro veio atrasado por questões particulares, mas está aqui, cheio de divagações e amores!

tag presente 005
Foto minha 🙂

O que falar desse conto? Pesquisando li em um artigo (perdoem-me por não lembrar a fonte) que ele era meio perturbador e não posso concordar plenamente, mas que nos deixa meio grilado deixa.

O conto retrata o aniversario de uma senhora de 89 anos, comemorando na casa de sua filha, a qual ficou o cargo de cuidar da mãe, e recebe a visita dos filhos, noras, netos e bisneto. Visitas essas forçadamente animadas, devo admitir.

A princípio passou a imagem de que ninguém se importava mais com ela. Sabe aquela infeliz história de que a pessoa idosa já está fazendo hora extra na terra, é inútil? Bem, os sorrisos forçados, a má vontade de estar lá por ela e a vontade em discutir os negócios de família deixou isso bem claro para mim.

2d6abad7080bd72d41f94d80b848be6e

É incrível como que isso é natural na sociedade. E triste. Quantos rejeitam e abandonam os mais velhos. Comemoram o aniversário por obrigação e nem perguntam o que ela quer de verdade. A parte mais triste estava no final: “até o ano que vem.” P…q…P…, eles só vão visitar a mãe uma vez por ano? No seu aniversário? Quão hipócrita foi o comentário “Tão bom ainda ter a nossa mãe…” O que mais me chateou (até porque é mais do a realidade), é que não importa quantos filhos são, quase sempre sobra para apenas um a responsabilidade.

Sempre digo que a gente precisa valorizar as pessoas enquanto estão aqui conosco. Ninguém sabe quando alguém vai. Penso que o sentimento de remorso por não ter aproveitado deve ser o pior do mundo.

c1d43b961162bce44f5ab1ded044805e
Pinterest

Mas outra imagem me passou: a falta de aceitação da aniversariante com os filhos, com o novo. Essa mudança de paradigma na sociedade, as diferenças de gerações, por vezes não aceitas pelos mais velhos. Quando ela critica todos, dizendo que os filhos fizeram mal casamento, que as esposas usam brincos que não são de ouro deixou claro pra mim que ela também era uma pessoa amarga.

O conto me passou a imagem de uma família fria. De boa situação financeira, mas sem amor. Que gosta de mostrar que são felizes, fazem pose de que está tudo bem, mas na verdade ninguém se importa com ninguém. Triste não? E como existem famílias assim 🙁

Gratidão pela minha família LINDA!!!

Mas e você, já leu esse conto? O que achou dele? Não deixe de trocar as figurinhas comigo.

Beijo grande amores

15871650_348801332173570_5356675192006676059_n

Link de onde tirei o conto: Releituras

Primeiro conto do Projeto Clarice-se: Projeto Clarice-se | AMOR

Bolhas de sabão

Quando recebi essa imagem para o Desafio Imagem e Palavra do grupo Interative-se, a primeira coisa que me veio a mente foi a música Bolhas de Sabão, do Biquini Cavadão:

Os meus desejos, eles surgem
Como bolhas de sabão da mão de uma criança
Como ondas
Como nuvens
Como qualquer coisa viva

Quem aqui nunca gostou de saltas bolhas de sabão? É lindo demais ver as bolinhas saindo do final de um canudinho, voando, brilhantes e estourando como purpurinas no ar. Aliás, correr atrás para estourá-las era divertido por demais.

Assim são nossos desejos, tão simples como misturar água e sabão num copinho, tem que saber expô-los ao mundo, devagar, de forma singela, senão tudo explode. Eles se elevam lindamente quando a gente os realiza e nossa felicidade é como o brilhinho, fica na lembrança, e depois corremos pra soltar mais bolinhas, mais desejos, mais sonhos.

Tudo se torna diversão. Realmente como uma criança XD

E, como diz a própria música: nós queremos sempre mais, tudo não satisfaz! Estamos sempre buscando algo mais pra viver, e isso não é ruim, é lindo!

Nossas vidas são feitas, são movidas por sonhos. Sem eles não tem graça viver. Sim, a graça da vida é correr atrás dos sonhos, de sermos cada vez melhores.

Se alguém me perguntar: você já realizou todos os seus sonhos? Direi: Não, felizmente não. Sempre que realizo um sonho encontro outro, não tem jeito, nem que seja aperfeiçoar o que já conquistei 🙂

Se não conseguir, continuo cantando a música: Não me venha com a dor, de quem não conseguiu, quero insatisfação. Força na peruca e bora continuar!!

E você, como lida com seus sonhos? É como eu que correr atrás dos sonhos é o maior hobby?

Aumentem o som e curtam Biquini Cavadão 😉

 

Beijo grande no coração de cada um. Bons sonhos!!

imagem e palavra