Mulheres na literatura (bate papo com alunos do EM)

Olá! Na semana passada fui convidada por uma escola da minha cidade para um bate papo com os alunos do Ensino Médio sobre Mulheres na Literatura.

mulheres na literatura
Palestrando para jovens lindos <3

UAU! Que noite!

Confesso que fiquei meio perdida sobre o que falar: falo sobre uma mulher em especial (leiam Clarice Lispector), sobre como as mulheres eram retratadas nos livros ou talvez sobre os contos de fadas e a evolução das princesas?

Com muita ajuda dos amigos do Projeto Vai um Café?, em especial da Lari Reis do blog Yelloe Ever Shine, consegui montar meu discurso cheio de carinho! Obrigada meus amores…

mulheres na literatura
Ignorem a cara feia rs

Bem, vai um pouquinho sobre o que eu falei:

Já é fato que demorou muito para aparecer mulheres na literatura no mundo. No Brasil, por exemplo, começou a surgir lá pelo parnasianismo, depois ganhando destaque com Clarice, Raquel de Queiroz, Cecília Meireles… essas últimas tão recentemente.

A verdade, é que é ainda muito difícil para uma mulher se destacar. Como uma poeta cearense comentou: “Todo mundo espera que uma mulher vai sonhar em casar e ter filhos, como se ela não pudesse alimentar outros sonhos para si.”

Um grande exemplo que temos é a própria JK Rowling (autora de Harry Potter), que foi sugerido a ela que abreviasse os dois primeiros nomes (Joanne Kathleen) para que achassem que era um homem e assim conseguisse vender.

Outra coisa interessante é o gênero literário intitulado chick-lit, que significa na da mais nada a menos do que livros de mulherzinha. Muitas autoras do gênero já brigaram por isso, pois seus livros muitas vezes tratam de questões sérias, mulheres guerreiras que lutam no trabalho, contra uma doença, etc.

Inclusive a autora Stella Florence, que certa vez brigou para que não incluíssem sua obra nesse gênero.

É ainda bem difícil publicar um livro, afinal não é barato e a editora precisa ter certeza de que vai vender, imagina um livro feminino, que só vai ser vendido para mulheres, provavelmente. E livros escritos por homens são lidos por ambos, ou seja, vende mais.

Hora de tirar o preconceito e dar oportunidade para ler mais, conhecer mais antes de dizer se gosta ou não, né?

Foi super divertido, pois os alunos interagiram, fazia perguntas e eles participavam com entusiasmo.

O evento foi a reinauguração da biblioteca da escola, e homenagearam a autora da cidade Neuza Cançado, já falecida, deixando à sua filha a alegria de falar em seu nome. Farei um post especial para ela em breve.

Reencontrei ex-alunos e professores que já trabalhei em outra escola. Além de amigos da família.

mulheres na literatura
Obrigada Professora e amiga Goreti pelo convite!

Muita gratidão por essa noite, com direito a música ao vivo e mimos cheios de carinho.

Obrigada a todos e parabéns pela linda biblioteca!

Foi maravilhoso poder estar lá, discursando e interagindo com eles a respeito desse tema, tão sério, importante e prazeroso.

Ah, falando em mulheres na literatura, vem conhecer um pouco da minha história também. Tenho um post/vídeo contando: Meu primeiro livro!

Beijo grande no coração!

 

Vlog Bienal do livro RJ – 2017

Olá! Está no ar o Vlog da Bienal do Livro RJ de 2017 😉

Rio outubro 261

Aeeee!! Finalmenteeee!! O Vlog atrasou bem por conta do meu editor, que acabou bixando, tive que instalar outro, ir pro note da minha mãe… maior rolo aqui, mas o importante é que no final de certo 😀

Espero que curtam bastante, mostrei cantinhos, livros, o encontro de fãs de Harry Potter… enfim, o que consegui mostrar para que todo mundo sinta vontade de estar na próxima Bienal do Livro RJ ( e na Sampa, MG, Alagoas também, por que não?).

Ah, tenho o vlog da Bienal de SP do ano passado, clica aqui pra assistir: Vlog Bienal do Livro SP!!

E aproveitei para fazer algumas considerações sobre a organização do evento que não me agradou.

Rio outubro 270

Enfim, sem mutas delongas, porque hoje é dia de vídeo 😉

Bora conferir como foi minha Bienal do Livro RJ??

Gostaram? Espero que sim… Em breve o vídeo de comprinhas!

Beijo no coração!

Harry Potter – o livro da minha vida <3

Quem aí AMA Harry Potter levanta a mão?

Bienal 17 007

O tema da blogagem coletiva do mês de Setembro escolhido não poderia ser melhor: livro da minha vida!

Para quem me acompanha no Instagram deve ter visto as mil fotinhas na Bienal do Livro RJ, dando uns rolé no stand da Rocco, e só curtindo as decorações potterianas.

A verdade é que esse ano completa 20 anos da história do bruxinho.

Isso tudo? Siiim, estou velha!

Bienal 17 024

Harry Potter marcou minha adolescência de uma forma tão grande que posso dizer que resumiu toda essa etapa da vida. Foram anos lendo os livros, esperando o próximo, ficando na internet pesquisando rumores, teorias, tentando adivinhar como seria o fim.

Momentos lindos que compartilhei nesse vídeo aqui: Expectativas Harry Potter e a Criança Amaldiçoada!!

Bem, a saga acabou (será mesmo?) mas o sentimento continuou. Participei de um encontro de fãs de Harry Potter na Bienal e foi uma emoção sem explicações: reunir mais um monte de gente que teve o mesmo sentimento que eu, saber que não foi loucura minha.

Bienal 17 230

Mas que sentimentos foram esses que ficaram? Bem…

  1. O valor de uma amizade! Tinha amigos melhores do que Harry, Rony e Hermione?
  2. O amor é maior que tudo.
  3. Os herois nem sempre são perfeitos (o Harry era muito chato, diga-se de passagem rs)
  4. Aliás, não precisa ser perfeito para ser heroi, todos temos condições de vencer, mesmo com nossos milhões de defeitos.
  5. Preconceito não serve de nada
  6. A morte é algo natural.
  7. A vida continua, mesmo com todos os problemas…

E mais um monte de coisas ficaram em mim… as frases sábias de Alvo Dumbledore, a vontade de ter uma penseira, de aprender oclumência…

As vezes que chorei com o Harry, que quis bater em alguns personagens…

E de quebra conquistei grandes amizades com Harry Potter 🙂

Tenho muita gratidão por ter vivido nessa época, por ter lido esses livros maravilhosos, que abriram as portas para mais livros. Gratidão por ter permitido entrar nesse mundo mágico, poder sonhar um pouco, imaginar um mundo diferente…

Imagino que, no futuro não tão distante, as crianças irão estudar o fenômeno Harry Potter nas escolas, vai cair nas provas, e saber a importância da saga para a Literatura mundial.

 

Bienal 17 018

E vocês, leram Harry Potter? Conte sua experiência também, vamos trocar nostalgias?

Beijo grande no coração

postagem-coletiva

O Primeiro Beijo – Clarice Lispector

Ola! O Primeiro Beijo for o conto escolhido Lara o mes de Setembro do Projeto Clarice-she!

Confessor que fiquei meio saudosista quando comecei a ler esse conto. Lembro de O Primeiro Beijo no menu Livro de Portugues da sétima série, atual oitavo ano.

Lembro quando li achei tão fofinho, romântico, meigo… Falar sobre o primeiro beijo, primeiro amor, na época, era tudo tão fofo, colorido, lindo! Coisas ainda da idade. 

Quando a menina pergunta pro namorado com quem tinha sido o primeiro beijo dele, com dor, era fofo. Imagina você tiver seu primeiro amor e ser o primeiro dele também? Falar disso chega a ser divertido e interessante, por ver como a gente muda e amadurece com o tempo.

Hoje adulta, letrada, consigo ler esse conto com outros olhos:

Clarice, sendo intimista como sempre, descreveu esse momento do primeiro beijo de um garoto, que na verdade não foi bem um beijo, enfim, nada de spoilers, leiam para saber rs. Foi um momento de transição da infância para a adolescência, em que o menino se descobre como homem.

A descrição do conto, cada detalhe do beijo, do toque… Coisas que até uma certa idade não percebemos, pois ainda não estamos ligados.

Cada etapa da vida é uma, vivemos momentos que nos fazem mudar, amadurecer, nos sentirmos como mulheres/homens. Pode ser um beijo, um trabalho, uma experiência pessoal, ou até mesmo um tapa na cara que a vida nos dá.

Adorei a oportunidade de reler esse conto, de, embora agora mais madura, sem achar fofinho, cutícula, que romântico, mas achei singelo, delicado e intimista. 

Mas fale de você, o que achou do conto? O que sentiu! Vamos trocar figurinhas e interpretadoes!

Um beijo grande no coração

Leilão de Jardim – Cecília Meireles

Olá! Leilão de Jardim, de Cecília Meirelles, foi a poesia escolhida para o mês de Setembro!

leilao de jardim botanico rj
Foto minha, no Jardim Botânico RJ

O motivo é mais que óbvio, ne? Setembro é mês das flores, da Primavera, cheio de belezas e poesia.

Por falar em flores, quem já viu meu último post fotográfico? Clica aqui para ver as fotos de Setembro: Flores! Projeto Fotográfico Setembro!!

Eu realmente consigo sentir a beleza da Primavera no poema. A cada detalhe, uma imaginação. Bichinhos de jardim por toda a parte, sol gostoso brilhando lá em cima e dá até para ver as cores.

Amo muito flores e a Primavera. Quem me acompanha no Instagram já deve ter percebido, de tanta foto florida que tem por lá rs. Se ainda não me segue, só dar uma clicadinha aqui: @cariocadointerior <3

Declamar esse poema é sentir a alegria, a beleza da vida na natureza, em sua forma mais simples e sublime. Do tipo que você não precisa de mais nada para ser feliz. E tem que declamar bem alto, com um sorrisão nos lábios, espalhando alegria para todos os lados.

Olha ele aqui:


Leilão de Jardim

Quem me compra um jardim com flores?
borboletas de muitas cores,
lavadeiras e passarinhos,
ovos verdes e azuis
nos ninhos?

Quem me compra este caracol?
Quem me compra um raio de sol?
Um lagarto entre o muro e a hera,
uma estátua da Primavera?

Quem me compra este formigueiro?
E este sapo, que é jardineiro?
E a cigarra e a sua canção?
E o grilinho dentro do chão?

(Este é meu leilão!)

Cecília Meireles

Leilão de Jardim é um poema delicado, divertido e envolvente. Sua musicalidade transmite alegria, paz e vida.

Aaah! E não é para ler apenas, é para declamar, em voz alta, deixa pensarem que é loucura, todo mundo tem a sua rs

Quem já conhecia? Gostaram? Espero que sim.

Cecília Meireles é minha poeta preferida, grande honra poder fazer um post em homenagem a ela.

Fonte: Poemas, poesias e versos

Beijo grande no coração.

E viva a Primavera!!

 

 

Flores! Projeto Fotográfico Setembro

Olá! Estação das flores está aí.. E, para comemorar, o projeto Fotográfico do mês de Setembro do Projeto Vai um Café? foi justamente esse: Primavera!

🙂

Quer conhecer as outras fotos do projeto? Só dar um clique na minha categoria de Fotografia!

Bem, eu particularmente aaamo flor, amo natureza, dias ensolarados e, claro, a Primavera <3

Recentemente estou trabalhando um um lugar onde tem um quintalzinho fofo, cheio de plantas e girassóis. Quem me segue no Instagram já deve ter visto por lá lindas flores enfeitando o feed.

E, para começar, a minha foto preferida dele, o girassol 🙂

compras 119

 

E, continuando com elas… lindas e coloridas!!

 

flores

flores do jardim botanicoflores lindas

rua de flores
E as ruas vão começando a florir

 

E, ainda que o tema seja flores, vamos trapacear e colocar as lindas palmeiras do Jardim Botânico – RJ:

Jardim botanico

Dia lindo, céu azul e muuuita natureza 🙂

Quem aqui curte flores?

Gostaram das fotos? Foram todas com meu celular, iPhone SE.

Feliz Primavera para todos

Beijo grande no coração!!

TAG – Perguntas Literárias (vídeo no canal)

Olá! Hoje é dia de TAG literária no canal, e a escolhida foi Perguntas literárias <3

Fonte: Pinterest

Eu encontrei-a no Grupo do Facebook Se organizar todo mundo bloga, como sugestão para o BEDA.

Responder as perguntas literárias foi meio nostálgico, lembrou o início do canal, quando eu ainda não tinha muito conteúdo e ficava respondendo as TAGs encontradas blogosfera a fora rs. Adoro poder fazer isso, é divertido e uma grande oportunidade de trocar novidades literárias!

Enfim, sem muitas delongas: vamos ao vídeo!

Mas e aí, curtiram o vídeo? Se sim, dá aquele joinha esperto, hein!

E quem quiser responder as perguntas literárias, não esquece de avisar, para eu poder ler suas respostas e te conhecer mais um pouquinho.

Beijo no coração!

TAG – De blogueira para blogueira

Olá! Hoje tem TAG de blogueira 🙂

Fonte: Morando Sozinha

Enfim, essa TAG consiste em responder certas perguntinhas a respeito da vida de blogueira, como se fosse uma entrevista. Achei bem bacana e resolvi compartilhar com vocês:

Encontrei no blog da Klissia, vocês podem encontrar aqui: Klissia Mafra

Enfim, vamos lá?

Por que resolveu a criar o blog?

Tenho blog desde 2003. Fazia um, deletava, fazia outro… até precisar de algo para divulgar meu livro. Acho uma oportunidade maravilhosa de divulgar coisas boas, espalhar amor e compartilhar minhas aventuras.

De onde se inspirou para ter este nome?

È uma história bem fofa e inesquecível. Surgiu na minha viagem para Bonito/MS. Contei toda a história dele nesse post aqui: 1 ano de BLOG.

Qual é o seu maior medo diante da blogosfera?

De me perder. Ficar chata, metida, falar bobagens e esquecer do motivo disso tudo.

Já passou por algum momento ruim com blog? Se sim, o que fez para contornar a situação?
Não digo ruim, mas já tive problemas de bloqueio criativo, desânimo, com poucas visitas. Acho que todo mundo passa por isso, faz parte. Sempre que desanimo penso no meu objetivo maior aqui e me dá vontade. Participei de interações e gostava do retorno que tinha com os posts, os comentários. Aí o ânimo vai voltando e pronto.

O que te faz manter com o blog mesmo diante de tantos problemas da blogosfera?Lembrar do meu objetivo. Sei que hoje em dia é modinha ter blog, é chique, só falar umas bobeiras, fazer resenhas de produto e pronto. Mas depois que começa a realidade é outra. E sei que no fim só mantem quem leva a sério. Cheguei até a comentar isso nesse post Como imagino a blogosfera no futuro? BEDA#14. Ter um objetivo que vai além de ficar rica e famosa é o que me move.

Qual é seu maior sonho em relação ao blog?*Torná-lo profissional.* Copiado da Klissia <3

E também saber que consegui ajudar pessoas com minhas palavras, saber que algum post foi importante para a vida de alguém.

Caso tenha um sonho com o blog, o que tem feito para conseguir alcançar ele?

*Procurando postar conteúdos de qualidade, com frequência e interagir da melhor maneira possível com o meu leitor* Resposta também copiada da Klissia. E estudar muito!

Você acredita que seu blog pode servir de inspiração para outras pessoas? Por que?

Sim, e, sinceramente, acho que se não acreditasse nisso não teria sentido blogar rs. E o bom é saber que, de certa forma, algumas pessoas já disseram isso pra mim <3Você já conseguiu alguma parceria para o blog? Se sim, como e com quem foi?

Ainda não *snif snif* Mas estamos batalhando para isso.

Caso não tenha conseguido nenhuma parceria, com que tipo de empresa você gostaria de trabalhar?Editoras, claro. Empresas de cosméticos que não testam em animais, lojas/confecções/marcas de moda mais alternativa e diferente. Penso em artigos de papelaria também.. E, tão lógico quanto às editoras, agências de viagem.

O que pretende fazer quando chegar aos $100,00 dólares do Google Adsense?

Investiria no blog, sem dúvidas.

Você já investiu financeiramente em algo para o blog? Se sim, qual o valor do investimento e em que foi aplicado?
Sim. Registrei no Hostgator, fiz um plano trienal, nunca sei de cabeça quanto foi, mas uma média de 300 e alguma coisa, mais o domínio que está 49,90. Também já fiz viagens só pra fazer vlog, comprei algumas coisinhas para compor cenário pro canal, umas bobeirinhas para fazer foto e troquei meu celular.
Fonte: The Girly Geek
Enfim, essa foi a TAG de blogueira para blogueira.
E você, como tem sido a carreira?
Convido todas as amigas blogueiras para responder também, vou adorar saber as respostas e trocar informações !!

Beijo grande no coração!!

A orelha de Van Gogh (Moacyr Scliar) | Crônica do mês

Olá! A orelha de Van Gogh, de Moacyr Scliar foi a crônica escolhida do mês de Setembro para resenha!

a orelha de van gogh

 

Quer conhecer meu projeto? Só clicar na categoria Crônica do mês

Ela conta a história de um açougueiro, bem sagaz, que gosta de passar a perna em seus fornecedores. Até um dia, quase em um beco sem saída, descobre que um de seus cobradores é fã incondicional de Van Gogh. Depois de tanto pensar, tomou a decisão: iria oferecer em troca do pagamento a orelha de Van Gogh. Claro que não era do pintor e termina por dar errado toda a sua façanha. A dúvida ficou no ar: será que era a orelha da direita ou da esquerda?

Super dinâmica e com uma pitada generosa de bom humor, A orelha de Van Gogh me fez refletir em alguns aspectos:

Primeiramente, e mais que óbvio, o quanto a gente pode ser criativo para se safar de algum problema ou até mesmo para passar a perna nas pessoas. Podemos usar dela tanto para o bem, para as artes, quanto para as traquinagens da vida.

Mas o que me tocou mais foi o último parágrafo: “… Se a gente olhar bem uma orelha (…) verá que seu desenho se assemelha ao de um labirinto. Neste labirinto eu estaria perdido. E nunca mais sairia dele.

UAU! Fiquei alguns segundos olhando para a crônica tentando voltar em órbita. No caso, quem teve esse pensamento foi o filho do açougueiro, que, a propósito, é quem narra a história.

Sim, nós nos perdemos tanto em meio a conflitos, a mentiras e trapaças. Quanto mais a gente inventa, mais a gente se perde e precisa se reinventar pra escapar de toda a cilada. Quem vive assim, para enganar, chega em um ponto que não tem mais jeito. E o que resta é criar outra mentira, outra história, por vezes ardilosa para conseguir se safar.

Para ler a crônica toda, só clicar no link: Delfos Digital – PUCRS

Na crônica, chegava a ser cômico ler que o açougueiro ficava horas procurando o ponto fraco de seu cobrador. Que passou grande parte de seu tempo estudando Van Gogh até ter uma ideia mirabolante.

cronicas
Retirei desse livro <3

A orelha de Van Gogh é certamente uma daquelas crônicas que faz a gente rolar de rir, mas que no final nos faz refletir.

Alguém já conhecia essa crônica de Moacyr Scliar? O que achou?

Vamos trocar novidades literárias.

Beijo no coração!!!

Compras em Aracaju – SE

OlÁ! Hoje é dia de vídeo, de mostrar as compras que fiz em Aracaju SE

COMPRAS ARACAJU SE

Como as demais capitais nordestinas, Aracaju é repleta de artesanato local. É bem típico por lá a cerâmica, a palha e renda, mas muuuita renda. Uma coisa bem comum por lá também são os quadrinhos em azulejo, que eu comprei um no passeio da Foz do Rio São Francisco.

Quer saber como foi esse meu passeio? Só clicar aqui: Passeio pelo Velho Chico BEDA#6

Melhores lugares para compras em Aracaju:

– no Centro Centro de Arte e Cultura J. Inácio, Orla de Atalaia;

– no Mercado Municipal, Centro Histórico;

– no Centro de Artesanato Chica Chaves, Orla do Bairro Industrial;

– no Centro de Turismo, Praça Olímpio Campos;

– nas feirinhas da Praça Tobias Barreto, aos domingos;

– na Passarela do Artesão, Orla de Atalaia – diariamente das 16 às 23h

Fonte: Turismo Sergipe

Também é possível encontrar barraquinhas em Mangue Seco e na Foz do Velho Chico. Eu mesma comprei uma pulseira linda na Foz.

Quer conhecer Mangue Seco? Só clicar no link e conferir o vídeo: Mangue Seco – BA

Não comprei tanto quanto gostaria, mas, se você for passear por lá e puder, compre bastante hehe  e conte depois.

Sem mais delongas, vamos ao vídeo:

 

E aí, gostaram das compras? Conte pra mim o que mais gostou e o que compraria, o que gosta de comprar em viagens.

Beijo no coração!!