Dia das crianças <3 Projeto Fotográfico

Olá! Eis que DIA DAS CRIANÇAS foi o tema escolhido do Projeto vai um café?Projeto vai um café? para o Projeto Fotográfico do mês de Outubro!

dia das crianças camera

 

Bem, como escolher fotos sobre o dia das crianças? São tantas coisas… Mas bem, gosto de criança sendo criança. Sou contra esse negócio de vestir criança igual adulto, dar coisas de gente grande e tratar como se fosse grande.

A gente só tem essa fase pra ser criança!!

E o que elas precisam fazer: BRINCAR!

Siiiim, brincar muuuuuuito, aproveitar o que tiver. Até porque a brincadeira é coisa séria, é importante para o desenvolvimento social, motor, psicológico e cognitivo da criança.

 

Quer saber quais as minhas brincadeiras preferidas da infância? dá um clique aqui: Brincadeiras preferidas da infância

 

Escolhi alguns brinquedos que lembravam nossa infância…

dia das crianças - casinha
Brincar de casinha é ótimo para o desenvolvimento social da crianças. Além de desenvolver a imaginação e representar suas vivências em casa. E meninos brincam também, ok?

 

dia das crianças - músicas infantis
E por que não a música? Músicas feitas para as crianças. Estimula a linguagem oral, a expressão artística e até mesmo o social. Além de poder dançar e mexer o corpo!

 

dia das crianças - patins
E por falar em mexer o corpo, quem não curtiu patins? Maravilhoso ser um brinquedo até para adultos, muito recomendado como atividade física. É divertido, desenvolve equilíbrio e coordenação motora. E emagrece rs.

 

dia das crianças - peteca
Aaaaaah a peteca. Será que as crianças hoje sabem o que é?Vez ou outra vejo alguns se interessando por esse brinquedo tão antigo. E amando absurdamente!

 

dia das crianças - turma da mônica
E nada como ela, TURMA DA MÔNICA! Essa atravessa geração, ficará para sempre no mundo encantando crianças de todas as idades. Grande Maurício!

 

Mas e vocês? O que gostavam de fazer quando crianças? O que pensam sobre a infância hoje? Acham que está perdida, ou só falta um pouquinho de incentivo da Sociedade?

Eu acredito que falta aqueeele empurrãozinho. Criança é criança sempre. Gosta de brincar, de sonhar, de inventar.

 

Ah, tenho um post bem fofíneo do dia das crianças do ano passado: Lembranças da minha infância

 

Para quem tem filhos, o que mais gosta de fazer com eles? Conte pra mim e deêm um beijo de dia das crianças a eles, hein!

E um FELIZ DIA DAS CRIANÇAS PARA TODOS!

Que nunca deixemos morrer a criança que habita em nós <3

Recebi por whatsapp. Crédito na imagem

 

Beijo grande no coração!!

TAG: Criança dos anos 90 BEDA#27

Olá! A TAG Crianças dos anos 90 está bombando na blogosfera. A cada post que leio fico ainda mais encantada, por recordar essa fase tão especial da vida!

 

tag anos 90.jpg

Preparados para viajar no tempo e se afogar em nostalgia? Vamos lá:

1 – Fotos da infância

2 – Uma memória boa da infância

Quase ela toda rs. Mas lembro muito quando morava numa vila (Vila Paraíba) e as ruas não eram asfaltadas. A gente brincava na terra, fazia brigadeiro de barro, andava de bicicleta e jogava bola. Lembro que a gente sabia quando estava na hora de entrar para tomar banho e jantar quando o sol começava a se por. Alegria da vida era o horário de verão.

3 – Um cheiro da infância

Pode parecer estranho, mas lembro até hoje do cheiro da merendeira que levava na pré-escola. Alguém lembra daquelas lancheiras dos anos 90 que você fechava com a tampa da garrafinha pra fora? Pois bem, tenho essa lembrança.

Essa daqui, ó

4 – Brincadeira preferida na infância

Nossa, mas eu brincava demais. Brincava na rua, em casa, na casa dos outros… Desde jogos de tabuleiro, Barbie e todos os piques possíveis. Aliás, tenho um post falando sobre elas: Brincadeiras preferidas da infância.

5 – Desenho preferido na infância

Eram muitos, mas o número 1 era Capitão Planeta. “Vaaaaaai  Planeeetaaa!!” Também tenho um post sobre eles aqui: Cinco desenhos preferidos da infância.

6 – História engraçada da infância

Eu sempre fui miquenta, embora não fosse a criança mais divertida de todas. Enfim, uma vez estava sem luz na casa da minha vó, ela acendeu uma vela (dã!). Eu estava na cama conversando com ela e meu irmão e de repente, um cheiro de queimado: havia deixar meu cabelo queimar na vela (loka!).

7 – O que você queria ser na infância?

Já quis ser de tudo. Professora, Veterinária, Apresentadora de TV, e sonhava em ser famosa. Era louca desde pequena, tenho dito. E falava que ia escrever um livro, adorava pegar a máquina de escrever da minha mãe pra brincar, ela achava fofo. Não é que isso foi pra frente?

8 – Como você era na escola?

Nerd. Só tirava nota boa, me preocupava em estudar, fazer tudo direitinho pra ganhar carimbo de parabéns da professora. Tinha minhas amiguinhas (algumas falo até hoje, né Bruna, Aline, Tássia…) mas não era popular. Aliás, não tinha essa de popular na época, todo mundo tinha seus amiguinhos e pronto. E lembro que fazia as redações mais mirabolantes da vida.

9 – Qual era seu medo na infância?

Do Velho-do-Saco. Morria de medo do moço que passava na rua recolhendo as crianças no saco pra fazer sabão. E de me perder. HAHAHA *rindo sozinha qui*

E assim termina a viagem no tempo. Quem aqui foi criança nos anos 90? Compartilhe as maiores lembranças. Época boa, não?

Créditos para a TAG: E agora, Isadora?

Beijo grande no coração!!

bCjaQgE20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

 

 

Maiores loucuras da minha vida BEDA#26

Olá! Fazer loucuras nunca fez parte da minha rotina, mas, às vezes, acaba saindo umas e o resultado era sempre positivo.

Sou meio medrosa, mas quanto mais loucuras ouso cometer mais vou perdendo o receio hehe

Já falei sobre isso nesse post aqui: Meu maior ato de coragem!

Bem, mas hoje vou citar as maiores loucuras que já fiz:

1 – Viajar para Bonito/MS com uma pessoa que mal conversava – Sim, a gente fazia Yoga e trabalhava perto, mas não éramos chegadas, amigas, nem nada. Sem saber se ela seria chata, legal, boa ou má companhia fui. Lá conhecemos tanta gente, acabei falando menos com ela e depois perdemos o contato. Melhor viagem da vida. Já até falei dela aqui: Um ano pós Bonito/MS – BEDA#1.

Próxima loucura: viajar sozinha!!!!!

2 – Publicar meu livro – Sim, foi loucura total. Anos escrevendo, a felicidade de terminar e a alegria de conseguir publicar. Foi tenso, cheia de medos da grana que estava investindo, que podia não dar certo e hoje vejo o resultado satisfatório. Ainda tem exemplares aqui e, consequentemente, não recuperei todo meu dinheiro, mas sei que vou, falta pouco.

Próxima loucura: Publicar o segundo!!

3 – Dizer não para chefa – Oxi, está aí uma loucura que fiz sem pensar. Passei uns dois anos sofrendo assédio moral, quando mudei de emprego, cansada de aceitar tudo calada, acabei falando um não sem querer para a criatura. Foi libertador. Depois disso comecei a ter mais autonomia no trabalho.

Próxima loucura: Sem planos rs.

4 – Registrar meu blog – Parece coisa pequena e boba, mas precisei mais uma vez fechar os olhos e fazer algo que não sabia se ia dar certo. Ainda não tem um ano isso, vejo um crescimento significativo.

Próxima loucura: Promover o blog/Impulsionar publicações.

5 – Trabalhar meio período apenas – Diminui a carga horária por decisão própria. Chegaram a me oferecer horas extra, mas recusei toda. O dinheiro diminuiu, e com ele o estresse. Estou mais feliz agora e só assim consegui terminar de escrever meus livros e montar o blog.

Próxima loucura: Prefiro não comentar, mas todo mundo já sabe.

E essas foram minhas maiores loucuras.

Só 5? É… não falei que sou medrosa?

Sei que em meio a loucuras vou me libertando de coisas que me fazem mal. Alguém concorda com isso? Também tem medo de ousar? Acha que precisa de ponderamento?

Conte pra mim quais foram as loucuras de sua vida também!

Beijo no coração

bCjaQgE20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

Meu maior ato de coragem

Ato de coragem… esse foi o tema da postagem coletiva do mês de Abril, do lindo grupo “Vai um Café?”. Difícil falar sobre isso, afinal sou tão insegura, medrosa… Refleti muito sobre o que escrever.

A verdade é que quando a gente pensa em coragem, logo pensa em saltar de para-quedas, mergulhar com tubarões ou até mesmo fazer uma viagem-louca-sem-rumo. Mas o significado da palavra em si é muito mais que isso.

Segundo o dicionário Google, coragem tem o seguinte significado:

substantivo feminino
  1. 1.
    moral forte perante o perigo, os riscos; bravura, intrepidez.
  2. 2.
    firmeza de espírito para enfrentar situação emocional ou moralmente difícil.
    “armou-se de c. para rever o amigo moribundo”

Pois bem, a gente só pensa no item 1 né? Mas o principal, a coragem para enfrentar os problemas ninguém parece se lembrar.

Mesmo insegura tive  diversos atos de coragem ao longo desses 30 anos (e com certeza terei ainda mais).

Sofri bullying durante dois anos da minha adolescência, enfrentei a situação, tive apoio da família e logo em seguida mudei de escola, fiz amigos verdadeiros que tenho até hoje e fiquei até meio sem vergonha rs. Sofri assédio moral do trabalho e levei até conseguir trocar de lotação, lembro de no final do ano levar um presente para a chefinha, não por falsidade ou deboche, mas como um pedido de paz, pagar o mal com o bem e seguir em frente.

 

Mas talvez o que muita gente não sabe é que no passado uma pessoa me magoou muito, mas muito mesmo. Por mais que hoje reconheça que nem foi tão grave assim, na época, beeem nova, eu achei. Passei vários anos remoendo aquilo, atravessando a rua, entrando em lojas para não ter que dar de cara com a criatura divina.

Bem, o tempo passou, esqueci, até revi a pessoa na rua tudo voltou. Mas a raiva se transformou em algo que não sabia o nome e me deu uma vontade danada de ir atrás conversar sobre o que aconteceu. O mais curioso era olhar para ela e perceber um olhar estranho para mim, como de culpa, remorso, arrependimento, talvez.

Como para tudo tem seu jeito, aconteceu o grande dia: minha cabeça doía, a consciência pesada e aquela coisinha estranha incomodava demais. Sentamos para conversar.

Vocês devem estar pensando que lavamos a roupa suja. Na verdade, sentamos para uma conversa informal e acabei esquecendo de tudo. Rimos horrores e foi como se nada tivesse acontecido. Se eu tenho curiosidade/vontade de perguntar o que aconteceu? Nenhuma.

Se hoje somos best friends inseparáveis? Não, mas sempre que nos encontramos na rua surgem altos papos, risadas e abraços.

Porque o perdão é assim: exige da gente, dá trabalho e é preciso muita, mas muuuuita coragem para perdoar. É amar.

Meu ato de coragem? Perdoar quem nunca teve coragem de me pedir perdão.

Ah, qual foi aquela coisinha estranha que sentia? Saudade 🙂

Beijo grande no coração de cada um. E obrigada Ju, do blog  L’explorateur pelo tema tão lindo!

Coragem para todos enfrentarem seus problemas!

 

De Repente 30

Geeeeente! Trintei 😀 Não acredito que ontem, 25/03 fiz 30 anos de idade. Não, não dá. E cheia de vida, saúde, graaaças a Deus <3

bd92edae32642714e53ee13397986967
Fonte: Pinterest

Como sempre, só tenho GRATIDÃO pela minha vida, por todos esses 30 anos que vivi, pelas vitórias, pelas derrotas, mágoas, brigas, tropeços, alegrias…

Hoje faço essa reflexão, mas não sentada na cama meditando, como antes fazia, pensando nas coisas boas e ruins, no rumo que quero tomar. Acho que essa é uma vantagem de ter 30, de estar madura: você já é decidida! Mesmo que minha vida ainda não tenha chegado onde desejo, tenha dúvidas e erre os caminhos, já tenho meu desanimar. objetivo, sonhos fortes o suficiente para não desanimar.

f89cca468a6dc81cb831fcc16ba3e1e1
Pinterest

Já me sinto madura, forte e independente. Estou na luta para viver meus sonhos de verdade e MUUUUITO feliz!

É muita loucura, muita confusão, muita ansiedade, mas a maturidade nos ensina a ter paciência, a trocar ideias, a saber se expor.

E nunca posso deixar de lembrar como que esse blog, esse cantinho de paz me faz bem, por poder compartilhar minhas aventuras, dividir o pouco do que aprendo e, principalmente e o que mais mantém esse trabalho vivo: CONHECER PESSOAS TÃO LINDAS!!!

Gratidão aos amigos virtuais, principalmente os do “Vai um Café?”, que às vezes parecem que moram do lado da minha casa <3

Mas enfim, voltando a reflexão, essa vez, com a vida nova, fiz sentada na minha cama, na frente da câmera, gravando uma TAG muitíssimo especial: “De repente 30”! Espero que gostem e tem um recadinho no fim para todos.

Obrigada por todos que estão comigo, amo demais cada um de vocês! Isso me faz ver cada vez mais como O MUNDO É GRANDE! Tem muita coisa pra se ver, pra se descobrir.

Um beijo grande no coração de cada um de vocês!!

As Várias Versões de Mim

Oláá amigos!! Hoje é mais um dia fofo de postagem coletiva, e, caramba, que tema lindo é esse? Puts, pensar nas minhas versões leva um tempo.

48575acf3aed902a361af6f4694ad5d2
Fonte: Pinterest

Sabe aquela expressão que a gente costuma ouvir e falar: “fulano tem duas caras”? Então, nesse caso a gente até fala pra uma pessoa mentirosa, falsa, que vive enganando todo mundo. Mas será que é só isso? Será uma pessoa não pode ter várias versões, vários momentos e mudar?

Eu sou um pouco (talvez bastante) assim. Deve ser conseqüência dos anos que passei fazendo teatro, ou faz parte da carreira de escritora, ou eu seja louca mesmo (voto no terceiro rs).

Posso gostar de várias coisas diferentes e viver bem, querem ver?

A versão nerd – A que gosta de estudar, ler livros e curtir coisas geeks.

A versão rock – Porque eu curto um rock de leve mesmo (já gostei do pesadão)

A versão patricinha – Não dá pra negar a quedinha pela moda e beleza.

A versão aventureira – Não preciso dizer o quanto gosto de uma aventura.

A versão hiponga – A que faz yoga, tenta meditar e gosta do contato natureza.

A meia versão esporte – É meia porque não gosto inteiramente, mas uma corridinha, uma bike muito me gusta, mesmo sendo lerda.

A versão lerdinha – Não posso deixar de falar dela, porque eu sou mesmo e isso nunca me impediu de chegar onde cheguei. Bananinha pra quem me critica.

A versão observadora – Porque eu pareço burra, mas estou de olho em tudo ao meu redor.

A versão amiga – Essa faz parte de mim mais que tudo, minha melhor versão.

A versão tímida – Tem hora que travo mesmo, essa minha pior versão.

E assim segue euzinha, um pouco de cada coisa, que teve dificuldade pra escolher a faculdade por isso, que demorou pra encontrar seu lugar no mundo porque não tinha um lugar próprio e que sonha em se aventurar pelo mundo.

eafa7b23f5acc211daaebe4ecc85340c

Já cantava Biquini Cavadão: “eu sou a soma de tudo que vejo…” e devagar vou criando mais versões de mim.

Obrigada a Joice do blog Depois de nós por criar esse tema, me permitir mergulhar dentro de mim e me conhecer melhor. Amo ser o que sou e sonho em me livrar das versões ruins.

E você, quais as suas versões? É meio embananado (a) como eu? Se for, toca aqui, pois somos muuuuito felizes 🙂

Beijo grande no coração flooooores!!

postagem-coletiva

 

O que fazer em casa nas férias?

É férias! O sol está lindo. Muitos vão pra praia, piscina, campo, casa dos parentes… mas você ficará em casa. Pobris

🙁

Mas não pense que está tudo acabado. Afinal, existem maneiras divertidas de aproveitar bem as férias em casa.

Ano passado, bem no comecinho do blog, fiz um post falando sobre passar o feriadão sozinho em casa, até porque eu tinha acabado de passar. As diquinhas estão aqui:  De bobs no feriado

Enfim, o que podemos fazer?

1 – Ver televisão (filmes/séries)

Baaah, essa é a mais clichê, mas levanta a mão aí quem gosta de acompanhar um seriado? Acho que só eu que não.

2 – Ler

Preciso falar mais alguma coisa?

3 – Ver vídeos no YouTube

Fala sério, quando a gente assusta, virou o dia todo.

4 – Fazer exercícios na frente da TV

Quem nunca? YouTube está aí né, minha gente. E kinnect XD

5 – Ficar procurando novidades na net

Tem taaaanta coisa legal.

6 – Pintar um livro

Um vício meu, uma terapia e hobby.

Nossa, mas desse jeito vou surtar dentro de casa, Priscila!!

Calma, colega. Eu também iria surtar. Já passei as férias em casa na adolescência e sei como é. Mas será que não tem nenhum um coleguinha por aí pra dar uma volta na cidade e tomar um sorvete? Sempre tem não é? E com as redes sociais (coisa que não tinha na minha época) a gente encontra todo mundo na maior facilidade.

Andar sozinho na rua também é legal, faço isso tantas vezes. Entrar nas lojas, caminhar. Tem academia ao ar livre na tua cidade? Vai lá, é divertido.

Enfim, o que falta é coisa pra fazer nessas férias, mesmo em casa.

Mas e você? Já passou férias assim? Conta aí sua experiência, deixa a dica prozamigo e pra mim 😀

Beijo grande no coração floooores

 

Fotos a cima retiradas do Pinterst

 

Adeus ano velho! Feliz ano novo!

Olá amigos!! É ano novo!! Como é mesmo a musiquinha que a tia canta todo final de ano?

Adeus, ano velho!
Feliz ano novo!
Que tudo se realize
No ano que vai nascer!
Muito dinheiro no bolso
Saúde pra dar e vender!

2016 foi um ano louco, não? Particularmente eu prefiro nem comentar, fazer retrospectiva de tudo que foi ruim. Mas, em meio a tanta turbulência, foi um ano maravilhoso e especial para mim <3

 

Fazendo um balanço do que foi esse ano percebi quanta coisa boa aconteceu. É meio que bizarro comentar isso, uma vez que todo mundo sabe o motivo rs

Sim, 2016 foi o ano que realizei meu maior sonho. PUBLICAR UM LIVRO!! O que parecia um sonho distante, uma coisa impensável, bem, se tornou minha maior alegria. Hoje já não é mais um sonho realizado, mas um viver um sonho.

Outras coisas maravilhosas também aconteceram, querem ver?

1 – Ir nas Olimpíadas – Gente, me julguem, mas foi uma experiência inesquecível, amei amei, ainda não consigo descrever o que foi <3

2 – Registrar meu blog – Agora tudo ficou sério, de um ano para cá aprendi tanta coisa boa, melhorei meu desempenho e sei como ainda tenho que melhorar. Amo esse cantinho. E ainda por cima gravar vídeos XD

3 – Fiz amizades lindas – O mais interessante é que a maioria foi virtual (não é pessoinhas do Projeto Vai um Café?) E manter os velhos, sempre.

4 – Descobri o que realmente quero na vida – Ninguém sabe o que é rs

5 – Livrei de um fardo – Estou feliz com isso, leve, aliás farei um post sobre isso

6 – Ver minhas amigas se tornarem mães – O sonho delas, a alegria delas, minha alegria também ( tenho muito o que morder aquelas delicinhas)

UAU!!! Muita coisa boa. A crise me impediu de muitas outras coisas, mas não de ser feliz e realizar meus sonhos.

Prevejo em 2017 muitas outras conquistas. E não, não irei traçar metas, não consegui pensar nelas, só quero que as coisas que conquistei em 2016 continuem em 2017 cada vez melhores.

Beijo grande no coração de cada um de vocês e…

 

FELIZ ANO NOVO!!

Conhecendo a amiga blogueira

Olááá amigos!!!!! E o post de hoje é maais do que especial, afinal esse domingo tive o IMENSO prazer de conhecer uma grande amiga blogueira: a Simone Benvindo do blog Charme-se 🙂

Uns meses atrás, participamos de um projeto mega fofo do grupo “Vai um café?” intitulado “Vai uma carta?” hehe e trocamos endereços para trocarmos cartinhas 😉 A criadora desse projeto liiiiiindoo foi a Bianca do blog Digavando. Eu e a Si trocamos cartas e descobrimos que moramos extremamente perto. Pra ser exata da minha casa até a cidade dela gasta uma média de 40 minutos (vantagens de se morar no interior).

Como há uma cidade entre nós resolvemos combinar de se encontrar no Shopping dela. E, bem, o dia escolhido foi esse último domingo, 10/12. Êêêê!! Conheci minha amiga blogueira!!!

Foi bem interessante quando a vi sentadinha no Bob’s com o marido dela. Só a conhecia por foto. Um pouco antes de sair de casa a gente enviou uma pra outra nossas fotos com o look do dia para facilitar o reconhecimento (coisa de gente louca HAHA). E bem, voltando, quando a vi tive a sensação de ter visto uma amiga de anos, como se fosse a coisa mais natural a gente se ver.

Andamos um pouco pelo Shopping batendo papos ainda tímidas. Ela comprou meu livro, autografei, tiramos fotinhas e depois, já mais soltas, conversamos demais demais sobre o universo blogueiro, sobre os livros, fizemos planos de outros encontros e conhecer outras blogueiras da nossa região.

E o que falar sobre o blog dela? Bem, não é difícil, o nomejá diz: UM CHARME! Começa com um designe bem cleam (bem do jeito que eu gosto), textos lindos, uma escrita gostosa e envolvente. Os temas são variados e bem cotidianos. Ela fala de coisas da vida, de maquiagem, beleza, viagens e looks do dia. Super recomendo, sempre umas diquinhas básicas que toda mulher gosta de saber.

Até porque a Si é toda charmosa, linda e fofa. Minha nova amiga que eu fiquei absurdamente feliz em conhecer. Um sorrisão sincero e uma simpatia contagiante.

É ou não é maravilhoso conhecer pessoalmente quem a gente só conhece virtualmente? A internet é um espaço maravilhoso para conhecer gente nova, fazer amizades. Só agradeço a blogosfera por proporcionar isso.

Quem já teve a oportunidade de conhecer algum amigo blogueiro/virtual? Conte aqui.

Um beijo grande no coração de cada um!!

Até o próximo post XD

 

 

 

O que ainda dá tempo de fazer em 2016? Minhas metas

Fonte: Pinterest
Fonte: Pinterest

Olá amigos!! O pessoal gente boa que estou amando conhecer no grupo “Se organizar todo mundo bloga” escolheu alguns temas para blogagem coletiva de Outubro. Felizmente deixaram em aberto para nós fazermos depois, pois euzinha aqui ainda estava perdida com minhas metas para concluir esse ano.

Mudei alguns planos (vivo mudando gente) e acabei traçando novas metas. Talvez mude depois, sei lá vai saber.

Enfim, o importante são as coisas que tenho vontade de fazer, quero e irei, não deu tempo de fazer antes, ou decidi depois, mas tá valendo.

Quais as metas?

1 – Fazer mais sessões de autógrafos;

2 – Planejar uma viagem legal e barata;

3 – Ir a uma festa legal com minha amiga;

4 – Divulgar mais o blog/canal;

5 – Conquistar leitores fora do meu círculo social;

6 – Andar de patins igual gente (não como pata);

7 – Começar o terceiro livro!

🙂                                               🙂                                                     🙂

Enfim, essas são minhas metas para esse finalzinho de ano. Dá pra fazer tudo, só preciso de força/foco/fé <3

E vocês, o que ainda querem fazer esse ano?

14595802_857991711000874_5297084582628659392_n