Dia das crianças <3 Projeto Fotográfico

Olá! Eis que DIA DAS CRIANÇAS foi o tema escolhido do Projeto vai um café?Projeto vai um café? para o Projeto Fotográfico do mês de Outubro!

dia das crianças camera

 

Bem, como escolher fotos sobre o dia das crianças? São tantas coisas… Mas bem, gosto de criança sendo criança. Sou contra esse negócio de vestir criança igual adulto, dar coisas de gente grande e tratar como se fosse grande.

A gente só tem essa fase pra ser criança!!

E o que elas precisam fazer: BRINCAR!

Siiiim, brincar muuuuuuito, aproveitar o que tiver. Até porque a brincadeira é coisa séria, é importante para o desenvolvimento social, motor, psicológico e cognitivo da criança.

 

Quer saber quais as minhas brincadeiras preferidas da infância? dá um clique aqui: Brincadeiras preferidas da infância

 

Escolhi alguns brinquedos que lembravam nossa infância…

dia das crianças - casinha
Brincar de casinha é ótimo para o desenvolvimento social da crianças. Além de desenvolver a imaginação e representar suas vivências em casa. E meninos brincam também, ok?

 

dia das crianças - músicas infantis
E por que não a música? Músicas feitas para as crianças. Estimula a linguagem oral, a expressão artística e até mesmo o social. Além de poder dançar e mexer o corpo!

 

dia das crianças - patins
E por falar em mexer o corpo, quem não curtiu patins? Maravilhoso ser um brinquedo até para adultos, muito recomendado como atividade física. É divertido, desenvolve equilíbrio e coordenação motora. E emagrece rs.

 

dia das crianças - peteca
Aaaaaah a peteca. Será que as crianças hoje sabem o que é?Vez ou outra vejo alguns se interessando por esse brinquedo tão antigo. E amando absurdamente!

 

dia das crianças - turma da mônica
E nada como ela, TURMA DA MÔNICA! Essa atravessa geração, ficará para sempre no mundo encantando crianças de todas as idades. Grande Maurício!

 

Mas e vocês? O que gostavam de fazer quando crianças? O que pensam sobre a infância hoje? Acham que está perdida, ou só falta um pouquinho de incentivo da Sociedade?

Eu acredito que falta aqueeele empurrãozinho. Criança é criança sempre. Gosta de brincar, de sonhar, de inventar.

 

Ah, tenho um post bem fofíneo do dia das crianças do ano passado: Lembranças da minha infância

 

Para quem tem filhos, o que mais gosta de fazer com eles? Conte pra mim e deêm um beijo de dia das crianças a eles, hein!

E um FELIZ DIA DAS CRIANÇAS PARA TODOS!

Que nunca deixemos morrer a criança que habita em nós <3

Recebi por whatsapp. Crédito na imagem

 

Beijo grande no coração!!

Rotina de organização – BEDA#21

Olá!! Organização nunca foi meu forte. Assumo. Sou desorganizada, fico perdida na bagunça e esqueço de tudo. Mas para conciliar Creche, blog, Livros, faculdade e vida pessoal fui quase que obrigada (risos) a aprender a me organizar.

🙂

No final do ano passado li o livro “A mágica da organização” e decidi reorganizar tudo aqui em casa, mencionei tudo nesse post aqui: Arrumando a bagunça. Bem, passou pouco tempo e já estava tudo muvucado de novo e meu trabalho parou voltou a não render mais. A verdade, e o livro explica bem isso, é que organização e produtividade andam juntas.

Foto minha

Resolvi então reorganizar tudo direito, arrumar o que não estava bom ainda. Fato que ainda preciso muuuuito melhorar, mas visto do que era antes, mudei muito e tenho aprendido demais com os erros.

Enfim, coisas que passou a fazer parte da minha rotina de organização:

Planner

Gente, não vivo sem mais. Ele não é perfeito, mas só tem me ajudado.

Fonte: Pinterest

 

Listinhas a mostra

Ficam pregadas no meu mural de fotos. Vou anotando as coisas que preciso fazer e deixando lá. Não é bonito, mas é funcional.

Do Pinterest, mas confesso que uso a folha em branco mesmo.

 

Caixinhas com objetos de uso separados

Tá, não necessariamente caixinhas, mas separo adesivos, papeis, lápis de cor e blablablas em lugares diferentes, aí quando preciso de algo já sei onde ir.

Fonte: Pinterest

 

Pasta sanfonada

Isso para organizar os livros que estou escrevendo. Cada divisória da pasta, uma história diferente. E os rascunhos de posts do meu blog. Aliás, fiz um vídeo ano passado mostrando: Organizando minhas escritas.

Minha pasta com as escritas organizadas

Escrivaninha com pouca coisa

Já viram aquele negócio “menos é mais”? Pois bem, muita coisa na minha escrivaninha, no meu quarto, me irrita. Tirei tudo que é desnecessário, inclusive enfeites e guardei no armário e gaveta. Ainda tenho muita coisa pra desfazer, mas melhorou taanto. Quando tiver legal tiro foto 😉

E

Do pinterest, mas bem que podia ser meu quarto né rs

Enfim, essas são as coisas que já consigo fazer para me organizar.

Alguém tem mais alguma dica de organização pra mim? Suuper aceito.

Devo esse post à minha mãe, pessoa mais organizada que conheço, que desde pequena me ensinou a ter uma agenda e imagino como penou (e ainda pena) comigo para que eu me ajustasse nesse quesito, mas que tem toda a paciência e compreensão do mundo (toda, toda paciência é exagero) com minha pessoa.

E agradeço ao Pinterest, com suas 1000 sugestões de organização e modelos de planner prontos para impressão.

Beijos no coração

Dia do filósofo BEDA#16

Olá! Hoje é dia do Filósofo! Não sei se já comentei aqui, mas eu amo filosofia, cheguei a prestar vestibular na época, mas não passei. Fui fazer pedagogia e, anos depois de formada, fiz pós graduação apenas por amar a filosofia ❤️

Fonte: pinterest

Mas aí eu pergunto: o que precisa pra nos tornarmos filósofos ?
Segundo Sócrates, a única coisa que precisamos para nos tornarmos bons filósofos é a capacidade de nos admirarmos com as coisas!

Muita gente acredita que filosofar é ficar falando coisas bonitas, ser mais inteligente e por vezes empina o nariz para dizer que sabe muito, que é culto.

Mas o próprio Sócrates já dizia:
O mais inteligente é aquele que sabe que não sabe!

Claro, não sabemos de tudo. Quando a gente tem consciência disso é que temos condições de correr atrás para adquirir mais conhecimento, tem a curiosidade de saber o porquê das coisas.
E é assim que se faz a filosofia, querer saber das coisas, gostar de conhecer, se admirar com o mundo.

Aliás, o próprio significado da palavra filosofia já fiz isso:
Filo = amigo
Sofia = saber
Então filosofia = amigo do saber

Lindo, não é?
Li tudo isso no maravilhoso livro O Mundo de Sofia ! Livro mais lindo da vida, conta de forma cativante toda a história da filosofia.

Livros preferidos (6)

Aliás, tenho um post falando sobre ele: Meu livro preferido | BEDA#16

Mais tarde, li Iniciação a História da Filosofia de Danilo Marcondes, já um pouco mais científico, mas ele escreve de uma forma tão leve que não fica chato.
E outra grande paixão se tornou O Grande Livro da Filosofia, que é uma coletânea super interessante com um apanhado geral e dinâmico do assunto.
E não podia deixar esse dia passar em branco. Palmas para todos nós, filósofos, que amamos o conhecimento, não nos cansamos de saber e aprender.

Quem aqui curte filosofia? Se não, de uma chance pra ela, tenho certeza que vai se apaixonar!
Beijo no coração ❤️

bCjaQgE20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

Como imagino a blogosfera no futuro? BEDA#14

Olá amigos! Como será que imagino a blogosfera no futuro?

Ontem os amigos do grupo do FaceBook United Blogs fez essa reflexão no Beda. Achei tão interessante que resolvi fazer hoje 😉

Fonte: Pinterest

Lembro de quando comecei na blogosfera, lá em 2003, no blig.ig, pegava layouts no By Marina e trocava os endereços com as amigas da escola e com as que conheci pela internet a fora.
Era super divertido, como um diário mesmo! Mas, como já expliquei nesse post aqui: 1 ano de BLOG parei, retornei em 2010, parei de novo e em 2015 voltei de vez! Tudo diferente!
Se antes o blog era para relatar o que estava acontecendo, trocar informações de filmes, livros, musicas e etcs que a gente gostava, hoje é um trabalho. Ganha-se (é muito) blogando. E nem preciso citar exemplos, todo mundo tem seu blogueiro preferido é sabe bem como e sua vida.

Mas e no futuro? Como ficará a blogosfera?

Bem, eu penso que, analisando seu crescimento, muita gente vai optar por ter seu blog, seu espaço na internet e, principalmente, seu canal no YouTube. Vamos ser sinceros, é uma carreira muito glamourizada. E, como fica subentendido, um trabalho que não precisa estudar para alcançar.
Com todo mundo tendo seu blog imagino que o mercado vai começar a ficar saturado. Um monte de gente se cotovelando para ter destaque, um querendo sempre mais e acredito que só vai ficar quem realmente for bom. Que, aliás, qualquer carreira é assim.

Lembra quando disse que não precisa estudar pra ter um blog? Fato que isso é a maior mentira, grande ilusão. Tem que estudar, e muito!

Aos poucos acredito que a profissão vai perdendo esse glamour, as pessoas vão se desiludindo, vendo que da muito trabalho e tudo vai voltando à normalidade.
No futuro blogueiro será uma profissão procurada, bem vista pelos empresários e pela sociedade, só que menos glamourizada.

E você, como vê a blogosfera no futuro? Vamos debater sobre essa profissão nova!

Beijo no coração!

Meu super herói preferido BEDA#8

Olá! E super herói foi o tema da blogagem coletiva do mês de Agosto do “Projeto Vai um Café?”.

Fonte: Pinterest

Fiquei um bom tempo me perguntando sobre qual seria o super herói preferido, não por eu adorar esse tipo de história, mas por realmente me questionar qual quesito julgar.

Sempre disse que seria O Homem de Ferro, e não posso negar que é pelo seu grande bom humor e sarcasmo. Mas sinceramente, o que faz dele um herói de verdade? Sim, ele salva o mundo.

Analisando bem mais a fundo, gosto de lembrar que ele não tem nenhum super poder. É só um cara mega inteligente que produz armas, inventa coisas mirabolantes e com elas salva o mundo.

Meu irmão sempre foi fã do Batman, e, quando alguém perguntava pra ele o porquê ele respondia: porque ele não tem superpoderes, faz tudo com sua inteligência.

Isso me faz dar aqueeela filosofada boa, de que ninguém precisa ter poderes para ser um super herói. Aliás, todo mundo tem em si um poder especial, um dom, que pode vir a salvar talvez não o mundo, mas uma parte dele.

Meus heróis preferidos?

Médicos, que salvam vidas todos os dias, que se viram nos trinta para que o paciente consiga sobreviver. Isso sem falar nos brilhantes Médicos sem Fronteiras.

Bombeiros, que se arriscam pelo outro, enfrentam os maiores perigos apenas para ajudar.

Professores, que constroem vidas, plantam sementes e orientam para uma vida melhor.

Pais, aqueles que criam seus filhos com todo amor, mesmo errando, mas tentando acertar, com noites mal dormidas, grandes jornadas de trabalho e ainda assim tem tempo para educar seus filhos.

Mas, com toda a certeza, não posso deixar de falar do maior herói que já tivemos, que se sacrificou por nós, que nos deu a maior lição de todas: o amor! Foi aquele que amou a todos, sem escolher, curou doentes e deixou um eterno legado de paz!

Quem respondeu Jesus acertou!

Fonte: cnsrosario.com.br

E para você, qual é o super herói da sua vida?

Um beijo grande no coração!

postagem-coletiva

A música atualmente (Imagem & Palavra) BEDA#04

Olá! Música foi a palavra selecionada para mim no Projeto Imagem e Palavra, do grupo Café com Blog 😉

Muito se discute como anda a múscia hoje em dia. Falamos todos os dias que não não se faz mais como antigamente. E, bem, arrisco dizer que isso é uma meia verdade.

Meia? Mas como assim? Que mundo você vive? Só tem porcaria hoje?

Primeiramente, devemos definir o que é porcaria. Gosto não se discute. O que é legal para um pode não ser para o outro. Quem leu meu post Trilha sonora da minha vida com certeza sabe como já fui chata uma época com isso. Hoje, mais velha, acredito fortemente que cada um tem seu gosto e que não nos cabe julgar.

Só que a música, como toda e qualquer arte, tem suas particularidades, suas técnicas. Para ser bela, Aristóteles já dizia, precisa estar em harmonia. Voz afinada, letra tocante e instrumentos também afinados fazem essa harmonia.

Fonte: Pinterest

Já sei que muitos estão pensando: isso não existe mais hoje em dia…

Aí é que entra a meia verdade. Existe sim! Mas, infelizmente, nossos meios de comunicação de massa não tem feito muito esforço para divulgar. A gente encontra esses artistas nos bares, pubs, sarais e, como adorava dizer quando adolescente, na garagem.

Infelizmente o que aparece na mídia são músicas sem sentido, aquelas que só fica repetindo uma frase que em nada nos acrescenta, enquanto os talentos estão escondidos.

Só que olha a sorte a nossa: hoje não precisamos mais das grandes massas para ter conhecimento, para saber o que está acontecendo. Recentemente tenho navegado muito na internet em busca de coisas novas, músicas novas e estou a cada dia mais encantada com as novidades.

Fonte: Pinterest <3

O YouTube tem sido meu grande aliado. É bem legal porque sempre que eu pesquiso uma música, vem no ladinho um monte de outras, com o mesmo estilo (ou não) e quanto mais clico mais aparece.

Sim, temos muuuito talento musical atualmente, seja no Brasil ou no exterior. Basta que procuremos. E, quanto mais a gente procura, acha, divulga e leva prozamigos, pra família, para todos <3

Tenho gostado de Anavitória, Roberta Campos, Marcelo Jeneci, Banda do Mar, Maneva, Tais Alvarenga, Sambô e etcs. Geralmente aparecem na minha Playlist aqui no blog <3

Mas e você, que músicas tem gostado de ouvir atualmente? Sem preconceitos encontraremos gente linda 🙂

Beijo grande no coração

20139595_1686588754684804_8215569580979760983_n20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

Atrevimento – Projeto Imagem & Palavra

OlÁ! Atrevimento foi a palavra selecionada no Projeto Imagem & Palavra, do Grupo Interative-se!

Fonte: Urbanarts

Quando a gente lê atrevimento, logo de cara já pensa maliciosamente aquele “hmmm, safadeeenha!”. Mas o significado da palavra vai muito além disso.

Segundo o dicionário Google, atrevimento significa:

substantivo masculino
  1. 1.
    ato corajoso; arrojo, audácia.
  2. 2.
    coragem injustificada; petulância, desdém.

 

E isso me fez pensar em tanta coisa.

Audácia é uma coisa óótima, vamos combinar. Ato corajoso… melhor ainda!

Por falar em coragem, tenho um post contando Meu maior ato de coragem 😉

Ás vezes eu fico pensando como as coisas por aqui seriam melhores se eu fosse mais corajosa, tivesse, então, mais atrevimento.

Fonte: Pinterest

Admito que sou um pouco cagona. Tenho medo de algumas coisas, insegurança e crise de ansiedade. Falta coragem para gritar, arriscar umas doideiras para tentar alcançar algo.

Sabe quando você tem MUITA vontade de alguma coisa, mas é extremamente difícil conseguir e você se conforma dizendo: “tudo bem, não preciso disso.”?

A grande verdade é que precisando ou não, é algo que queremos muito. Como dizem por aí: não vai fazer mal pra ninguém! Pois, bem: o que custa? Por que não?

Sinceramente, essa coisa de que não-preciso-disso é mais uma desculpinha para dar um passo a frente. E falo isso para mim mesma rs.

Pinterest

O medo é natural, até mesmo saudável, pois nos impede de certas insanidades. Só que quando ele começa a impedir nossa felicidade já é outra coisa e precisa ser mandado pro outro lado do mundo.

O atrevimento é a mesma coisa: se demais faz mal, mas se ponderado é saudável e nos leva a crescer, a realizar sonhos.

 Fico pensando em chegar uma certa idade remoendo o porque-não-fiz-isso? E é o me dá gás para ser atrevida e louca e correr atrás do meu sonho.

O grande segredo é se perguntar:

1 – Por que eu quero isso?

2 – É realmente importante?

3 – Vai fazer mal pra mim?

4 – Vai fazer mal pra alguém?

Se for importante, não for fazer mal a ninguém, então tente! Vai em frente! Se não conseguir, pelo menos tentou 😉

Mas, falando em atrevimento, o quão atrevido você é? Conta pra mim e vamos conversar e dar forças uns aos outros.

Que realizemos nossos sonhos!

Beijo grande no coração!

 

imagem e palavra

 

 

Receita para o sucesso

A postagem coletiva de Maio do “Projeto Vai um Café?” foi para contar a nossa receita de sucesso. Post mais que ideal para o mês, afinal comemorei o primeiro ano do meu livro (uhuuuul!!)

niver 007

Peguem papel, caneta e bora anotar a receita infalível para o sucesso 🙂

Ingredientes

Para a massa

100 g de determinação

100 g de boa vontade

50 g de paciência

1 kg de fé

1 pitada de ousadia

200 g de conhecimento

Leitura a gosto

Loucura a gosto

Para a cobertura

500 g de humildade

100 g de alegria

1 kg de gratidão

Modo de preparo

Misture o conhecimento, a determinação, e e a boa vontade bastante. Vá inserindo paciência  aos poucos, e sempre que perceber que a massa não estiver consistente. Sempre que sentir necessidade, tempere com muita leitura e, se preciso, um pouco de loucura, mas esse ingrediente precisa ser colocado com muito cuidado, pois em excesso pode desandar a massa. Termine com uma pitada de ousadia (se precisar pode dar duas, três, quantas pitadas forem necessárias para a massa ficar boa).

Leve ao forno quente e observe a massa crescer bem de perto, sem parar, pois não é possível determinar e tempo que leva para assar. Depende muito do seu forno, de seus ingredientes e da forma como foram misturados. Se estiver demorando, abra o forno e salpique mais paciência, determinação e até mesmo ousadia.

Depois de pronto, não espere esfriar: Prepare a cobertura com toda a humildade, alegria e o ingrediente mais importante: a gratidão.

Reza a lenda que se você comer sozinho (a) dá má indigestão e acaba rápido. Magicamente, quanto mais divide com os amigos e até mesmo desconhecidos, mais a receita dura, mais porções renderão.

Aliás, para a receita ficar ainda mais gostosa, tempere com muito carinho antes de servir aos amigos.

Observe com muita destreza quando estiver acabando (infelizmente ela acaba, não se iluda!) e faça novamente quantas vezes quiser, sirva quantas vezes achar necessário.

Dica 1 – Não guarde somente com você a receita, compartilhe com todos, até para os que nunca pediram, com certeza vão gostar e precisar um dia.

Dica 2 – Se achar necessário acrescentar outro (s) ingrediente (s), sinta-se a vontade. As regras são: não deixar nenhum deles de fora e dividir com todos.

Dica 3 – Reza outra lenda que não se deve comentar com o mundo enquanto estiver fazendo a receita, pois corre o risco d’a massa solar.

Gostaram? Boa sorte a todos com a receita, comentem com suas sugestões para ela ficar ainda mais gostosa.

niver 005

Um beijo grande e bom apetite 🙂

Nota: fotos a cima tiradas por mim mesma na minha festa.

 

Meu maior ato de coragem

Ato de coragem… esse foi o tema da postagem coletiva do mês de Abril, do lindo grupo “Vai um Café?”. Difícil falar sobre isso, afinal sou tão insegura, medrosa… Refleti muito sobre o que escrever.

A verdade é que quando a gente pensa em coragem, logo pensa em saltar de para-quedas, mergulhar com tubarões ou até mesmo fazer uma viagem-louca-sem-rumo. Mas o significado da palavra em si é muito mais que isso.

Segundo o dicionário Google, coragem tem o seguinte significado:

substantivo feminino
  1. 1.
    moral forte perante o perigo, os riscos; bravura, intrepidez.
  2. 2.
    firmeza de espírito para enfrentar situação emocional ou moralmente difícil.
    “armou-se de c. para rever o amigo moribundo”

Pois bem, a gente só pensa no item 1 né? Mas o principal, a coragem para enfrentar os problemas ninguém parece se lembrar.

Mesmo insegura tive  diversos atos de coragem ao longo desses 30 anos (e com certeza terei ainda mais).

Sofri bullying durante dois anos da minha adolescência, enfrentei a situação, tive apoio da família e logo em seguida mudei de escola, fiz amigos verdadeiros que tenho até hoje e fiquei até meio sem vergonha rs. Sofri assédio moral do trabalho e levei até conseguir trocar de lotação, lembro de no final do ano levar um presente para a chefinha, não por falsidade ou deboche, mas como um pedido de paz, pagar o mal com o bem e seguir em frente.

 

Mas talvez o que muita gente não sabe é que no passado uma pessoa me magoou muito, mas muito mesmo. Por mais que hoje reconheça que nem foi tão grave assim, na época, beeem nova, eu achei. Passei vários anos remoendo aquilo, atravessando a rua, entrando em lojas para não ter que dar de cara com a criatura divina.

Bem, o tempo passou, esqueci, até revi a pessoa na rua tudo voltou. Mas a raiva se transformou em algo que não sabia o nome e me deu uma vontade danada de ir atrás conversar sobre o que aconteceu. O mais curioso era olhar para ela e perceber um olhar estranho para mim, como de culpa, remorso, arrependimento, talvez.

Como para tudo tem seu jeito, aconteceu o grande dia: minha cabeça doía, a consciência pesada e aquela coisinha estranha incomodava demais. Sentamos para conversar.

Vocês devem estar pensando que lavamos a roupa suja. Na verdade, sentamos para uma conversa informal e acabei esquecendo de tudo. Rimos horrores e foi como se nada tivesse acontecido. Se eu tenho curiosidade/vontade de perguntar o que aconteceu? Nenhuma.

Se hoje somos best friends inseparáveis? Não, mas sempre que nos encontramos na rua surgem altos papos, risadas e abraços.

Porque o perdão é assim: exige da gente, dá trabalho e é preciso muita, mas muuuuita coragem para perdoar. É amar.

Meu ato de coragem? Perdoar quem nunca teve coragem de me pedir perdão.

Ah, qual foi aquela coisinha estranha que sentia? Saudade 🙂

Beijo grande no coração de cada um. E obrigada Ju, do blog  L’explorateur pelo tema tão lindo!

Coragem para todos enfrentarem seus problemas!

 

Renovar

Boa tarde, amigos! Estamos na Semana Santa, época de páscoa. As cidades estão uma loucura, uma correia de coelhos, ovos, chocolates e fofuras para agrada as crianças. Mas é um momento de parar para pensar, para uma reflexão de como anda nossa vida. E renovar…

A Páscoa é comemorada de diferentes maneiras em diferentes religiões, ou não é comemorada, ou nem todo mundo segue uma fé. Mas de uma coisa é certa: todos nós precisamos desse momento de renovação.

Segundo o dicionário Google, renovar é:

verbo
  1. 1.
    transitivo direto e pronominal
    fazer ficar ou ficar outra vez como novo; alterar(-se) para melhor.
    “r. a fachada de um edifício”
  2. 2.
    transitivo direto
    substituir por mais novo.
    “r. as armas”

É interessante, porque quando a gente usa esse verbo, só se lembra de mudança, mas a palavra vem intrínseca a ideia de MELHORAR. Afinal, de que adianta mudar, se não for para melhor?

Podemos até não acreditar, mas sempre podemos melhorar, tudo tem jeito e temos capacidade sim de criarmos uma história mais bonita para nós.

Mas infelizmente temos o péssimo hábito de reclamar, de aceitar que é assim mesmo, que a vida é dura e mais um monte de crenças limitantes que temos na cabeça, na sociedade e que são praticamente todas mentira. E assim seguimos a vida, amarga, triste e sem propósito.

Ninguém nasceu para sofrer. Temos obstáculos todos os dias, situações que aparecem para que possamos crescer. Lidamos com as pessoas, e elas são diferentes. Acabei de falar, mas vou repetir (rs): tudo isso existe para que possamos ser melhores a cada dia.

É com uma pessoa chata que aprendemos a ser paciente. Com pouco dinheiro que nos tornamos menos extravagante e até mesmo humildes.

Falar em renovar não diz respeito apenas às coisas materiais, ao emprego, a casa, a situação financeira. Mas (talvez até principalmente) à nós mesmos como seres humanos.

Não dá para negar: temos milhões de defeitos. E nosso objetivo em estar aqui é de nos tornarmos melhores.

E Páscoa para mim é isso: é o momento de parar para refletir sobre como estamos andando, o que a gente já melhorou, o que ainda precisa melhorar. Tanto no pessoal quando no material.

Nós nascemos para sermos felizes 🙂

E para encerrar uma frase maravilhosa daquela música perfeita do Pe. Marcelo Rossi:

O mundo pode até fazer você chorar
Mas Deus te quer sorrindo

 

Beijo grande no coração e FELIZ PÁSCOA!