O Anjo da Morte – Pedro Bandeira

Olá! E hoje tem resenha, do livro Anjo da Morte, do maravilhoso Pedro Bandeira!!

Anjo da Morte Pedro Bandeira
Anjo da Morte – Pedro Bandeira

Como sempre Pedro Bandeira nos surpreende com as aventuras dos Karas:

Em Anjo da Morte, os meninos tentam solucionar o assassinato do Ator judeu Solomon Friedman, amigo e professor do Kara Calu. Durante a busca, eles deparam com nazistas e enfrentam um grande perigo. O final é surpreendente.

O livro faz uma viagem à era do nazismo, nos fazendo refletir sobre esta época tão sofrida para os judeus. Nos faz perceber como existe gente tão maldosa neste mundo, e se indignar com estas atitudes. Nos faz sentir vontade de gritar e lutar pela paz no mundo.

Mas em meio a tantas indignações, nos mostra a beleza da amizade, do trabalho em equipe, da dedicação e do amor ao próximo.

 

Anjo da Morte faz parte da série Os Karas, de Pedro Bandeira. Conheça mais aqui: Série os Karas – Blog Saraiva!

E, como em todos os livros da serie, Anjo da Mortenos faz lembrar da força que os jovens tem, da vontade de gritar por justiça, de protestar, de falar que não concorda. Característcas estas naturais dos jovens que, infelizmente está meio confusa.

Claro que não digo que todos tem que correr atras de assassinos, nazistas, loucos e colocar a vida em risco para desvendar um mistério, um assassinato, HAHA



inicio anjo da morte pedro bandeira
O que está escrito aqui? Bem, só lendo para descobrir MUAHAHA

Mas sim em não aceitar tudo o que lhe é dado, estudar mais, procurar saber a origem das coisas, reclamar (educadamente) o que não concorda, debater suas idéias, não usar produtos de marcas que destroem a natureza, que manipulam a mente… Ah!… Serem menos materialistas.

Fora que, em Anjo da Morte, Pedro Bandeira também nos mostra algumas curiosidades sobre o período nazista e sobre o teatro. Eu que já fiz curso na adolescência fiquei maravilhada em saber algumas coisinhas. Como, por exemplo, porque, antes de uma apresentação, os atores desejam m*rda uns para os outros.

Sinopse Anjo da Morte Pedro Bandeira

Enfim. Vale a pena ler o Anjo da Morte. Tenho a coleção toda, mas ainda espero oportunidade de ler todos.

E também aguardo o maravilhoso dia em que eles resolvam fazer um filme dos Karas.

 

E Pedro bandeira é UM FOFO né minha gente? Um vovôzinho muito simpático e moderno. Tive o prazer de conhecê-lo já em três bienais. Tenho até o registro no vlog: Vlog Bienal do livro RJ – 2017!

E você, já leu algum dos livros da série?

Beijo no coração!!!






Um apólogo – Machado de Assis

OlÁ Vamos conversar sobre o conto Um Apólogo, do célebre Machado de Assis?

Um apólogo, Machado de Assis, Editora DCL

Um Apólogo conta a história de uma linha e a agulha, em meio a uma costura de um vestido para uma festa importante. A linha, soberba, se achava, afinal de contas quem ia para a festa era ela. Enquanto a agulha só servia para abrir o caminho. No final (na parte boa), voltava para caixa e lá ficava, e não curtia os prazeres da vida.

Leia o texto completo aqui: Um apólogo

Alguma semelhança do conto com a vida? HEHE

Machado de Assis não foi quem foi a toa. Em um pequeno conto ele resumiu TANTA coisa. Afinal, quantas linhas e agulhas não vemos por aí?

 

Li Um Apólogo tanto na escola quanto na faculdade. Para quem não me conhece, sou Pedagoga. Analisamos esse texto para associar com a trajetória de um professor. Afinal, ele é a agulha, que abre caminhos para seus alunos (as linhas), que vão crescer (ou não) e ganhar o mundo.

Só que vale a pena lembrar que a linha só teve condições de estar no vestido porque um dia existiu a agulha, que a guiou pelo vestido todo. E assim somos nós, alunos e ex alunos: precisamos, não apenas de um professor, mas de pessoas que nos guiem e nos indicam o caminho da festa.



Machado de Assis, grande gênio da Literatura Brasileira

Quando reli Um Apólogo recentemente, fiquei pensando em quando podemos ser essa linha, que, quando conquistamos algo, nos esquecemos de quem nos ensinou, das pessoas que passaram por nossa vida e que dela fizeram parte.

E quantas vezes não somos agulhas? Ajudamos alguém, guiamos para conquistar um sonho e nós mesmos continuamos na caixinha?

Eu acho que sou um pouco de cada. Aliás, todos somos um pouco linha e agulha. Um ajuda o outro, ninguém cresce sozinho.

Imagem retirada do Google Imagens

A parte triste é que às vezes a gente parece se esquecer i fica tipo a linha: chata, arrogante, metida a besta. Nada a ver. O legal é ter gratidão!!

E por falar em gratidão, tenho um post beeem fofíneo aqui: Feliz dia da Gratidão!!!

Mas e você, já conhecia o conto Um Apólogo? Machado de Assis era ou não era perfeito? Aliás, É, porque ele é eterno.

E você tem sido linha ou agulha ultimamente? Legal pensar, né?

Beijo grande no coração!!!






Minha vida (não tão) perfeita – Sophie Kinsella

Oláá!! Quem já leu Minha vida (não tão) perfeita de Sophie Kinsella?

Minha vida (não tão) perfeita Sophie Kinsella
Minha vida (não tão) perfeita – Sophie Kinsella – Editora Record

Minha vida (não tão) perfeita conta a história de Katie (ou Cat, como ela gostava de ser chamada), uma jovem recém-formada, nascida e crescida no interior que sonhava com uma vida fabulosa em Londres.

Para todos, ela havia conseguido. No Instagram era só foto arrasadora. Só que não era bem assim na realidade. Ela trabalhava como estagiária em uma agência de publicidade, ganhava pouco e mal tinha dinheiro para uma social com as colegas. Aliás, mal tinha amigos.

Se inspirava na vida de outras pessoas e sonhava ser como elas, principalmente Demeter, sua chefe que tem a vida perfeita. Fazia mil malabarismos para ser reconhecida e progredir.

Bem, até que foi demitida e, sem saber o que fazer, acabou voltando, contra sua vontade, para sua terra natal, na tentativa de ajudar seu pai e madrasta a administrar a grande novidade da fazenda de seu pai: um glamping!

Só que seu sonho de uma vida glamourosa ainda existia e ela continuava correndo atrás. Até porque, para todos ela não estava demitida. Até que, bem… não contarei mais HEHE!!

Minha vida (não tão) perfeita, como todo e qualquer livro de Sophie Kinsella, é cheio de personagens únicas, hilárias e uma caixinha de surpresa.

Katie é como qualquer uma de nós: sonhadora!! Sonha com uma vida de glamour, que a gente sabe, lá no fundinho, que nunca é bem assim. Posta fotos no Instagram de lugares em que ela só pode passar na porta, mas que, para todos os efeitos, ela foi mesmo.

Minha vida (não tão) perfeita Sophie Kinsella (2)
Sinopse do livro Minha vida (não tão) perfeita!!

Em meio a trama a gente ri e se descobre. Senti muita empatia com a Katie, em quase todos os momentos. Quantas vezes a gente não deseja a vida do outro, mesmo sem saber como é na verdade?

O pai dela também nos envolve. Um típico empreendedor que começa um monte de coisa mas não leva nada adiante. Alguma semelhança com nossas vidas? Uma vontade gigantesca de fazer, mas sem saber como.

Demeter, a chefe de Katie, também é uma personagem interessantíssima. Aquela típica chefe que faz um fuzuê no trabalho, na vida dos funcionários, que é altamente competente, que tenta fazer tudo certo mas faz tudo errado. Mas acha que está certa, que está agradando. Vale sempre uma boa reflexão sobre como estamos lidando com o outro.

 


 

Alex também me fascinou. Um cara rico, cheio das oportunidades, autodidata, que não precisou estudar muito, mas sempre cheio das boas ideias e que não tem medo de ousar. Mas que às vezes dá cabeçada rs.

E tem a Sarah… mas só lendo o livro para saber.

Enfim, Minha vida (não tão) perfeita é aquele típico livro para a gente se encontrar no mundo. Principalmente para quem vive no mundo corporativo, dos negócios. Pensar em coisas que já vivemos no trabalho.

E, para quem ainda vai entrar nesse universo, saber que não nada muito glamouroso quanto parece. A vida nas redes sociais é sempre linda. Mas quase nunca é real.

Ninguém sabe o que mora atrás de uma foto no Instagram, por exemplo. E quantas vezes não tentamos viver uma mentira. E como, às vezes, é difícil assumir para nós mesmos quem somos de verdade.

E fora que Minha vida (não tão) perfeita arranca várias gargalhadas. Mas aquelas beeeeem altas mesmo. É Sophie, né gente. É comédia pura.

Mas me digam, quem curte Sophie Kinsella? Já leu Minha vida (não tão) perfeita? Se não, sugiro que sim.

E prepare-se para risadas, mas muuuitas mesmo. E grande emoções!!

Beijo grande no coração!!

 

TAG – 7 Pecados Literários 2

Oláá!! Recentemente fui marcada em uma TAG, a 7 Pecados Literários, no Instagram, pela amiga Diana, do IG Através das Cartas. Borá lá conhecer minhas respostas??

TAG 7 pecados literarios (6)

#7pecadosliterários

Gula:(um livro que vc devorou): Harry Potter e a Ordem da Fênix!! Li com 16 anos, em semana de prova final. Fiz a ultima prova, cheguei em casa, tinha lido umas 200 e poucas páginas, li de depois do almoço até a madrugada. Dormi, acordei e terminei 😉

TAG 7 pecados literarios

Avareza:(um livro que você não empresta): TODOS!! HAHAHA Ok, ok, alguns, dependendo da pessoa empresto sim. Agora, os autografados, por autores gringos… sooo sorry, mas não

Preguiça:(um livro parado na sua estante): Xiiii, tenho vários. Mas voto no 17 Luas. Morro de vontade, mas quando vejo o tamanho e a quantidade de coisa para fazer, desanimo e pego um menor.

TAG 7 pecados literarios (2)

Luxúria:(um box): Não tenho 🙁 Por ser caro acabo comprando um livro de cada vez, a medida em que tenho grana.

Ira:(um livro que foi uma decepção): Morte Súbita, da JK Rowling. Nem consegui terminar de ler rs

TAG 7 pecados literarios (3)

Inveja : (um livro que gostaria de ter vivido): Xiiiiiii tantos HAHA Nárnia, ou quem sabe o Diário da Princesa? Isso! Esse mesmo. Quem não quer ser princesa, ryca, viver em um castelo??

TAG 7 pecados literarios (4)

Vaidade: ( o livro mais belo da sua estante): Fiz um post certa vez falando sobre isso: 5 livros mais lindos da minha estante! Pois é, logo após, iniciei minha coleção de clássicos da Zahar. Então tudo mudou 🙂

TAG 7 pecados literarios (5)

Mas e, aí, quem já conhecia essa TAG? Lembro que fiz uma parecida beeeeem no início do canal. Eram outras perguntas: TAG: Sete Pecados Literários (Vídeo). Vale a pena conferir!!

Respondam também essa, nos comentários ou no próprio blog. Vou adorar ler as respostas de vocês!!!

Beijo no coração!!!


Fala Sério, Mãe! Livro x Filme

Oláá!! Quem já leu Fala Sério, Mãe! da minha diva Thalita Rebouças?? Livro de uma série engraçadíssima que nos acompanha por muito tempo 🙂

Fala Sério, mae

Dia 28/12 fomos agraciados pela estreia do filme do livro, de mesmo nome, todo acompanhado pela própria autora. E claaaaro que assisti, do ladinho da minha mamis!

Mas então, o que eu achei??

Bem, para quem já viu o meu vídeo 5 personagens preferidos da literatura (vídeo) | BEDA#5 sabe que a Malu é uma delas. Então éclaro que quando fui assistir Fala Sério, Mãe! fiquei bem ansiosa pela interpretação da Larissa Manoela e demais atrizes mirins que representaram a protagonista.

E, então: nos livros a Malu é beeem mais atentada. No filme, só vi mesmo essa espuletice na infância. Mas sabe que eu curti bastante? Acho que ficaria chata se ficasse representando uma garota levada e malcriada o tempo todo no cinema. E no livro ela tem um monte de namorados, no filme, apenas um.

E achei ótimo! Ficou mais limpo, menos bagunçado, menos história/coisas pra contar. Consegue explicar direito?? HAHA

fala serio, mae o filme
Assisti Fala Sério, mãe! E você?

Algumas partes, claro, foram retiradas, mas isso a gente já espera. Afinal, imagina colocar um livro inteiro em um filme? E a essência permaneceu. Achei que Fala Sério, Mãe! foi bem fiel, e fiquei MUITO feliz!

A propósito, tenho um vídeo falando sobre filmes de livro, clica pra conhecer os que menos gostei: Piores adaptações para o cinema (vídeo)!!

Aliás, por incrível que pareça, algumas pequenas mudanças foram feitas e fiquei bem legal. Deu uma surpresinha, do tipo: “ué, não era isso!” E você ri porque ficou meio que uma pegadinha. Coisas de Thalita Rebouças, aposto!

 

E, o comentário que não podia ficar de fora: a Ingrid Guimarães deu um SHOW de interpretação. Já era esperado, né, uma excelente atriz. E ela ainda conseguiu se superar em Fala Sério, Mãe! Parece que a Thalita fez o livro pensando nela!!

Como já deu pra perceber, eu AMEI assistir ao Fala Sério, Mãe! Ri horroores, mas ri muito mesmo, minha mãe também riu demais. E também chorei. Algumas coisas são comuns na família, rola aquela empatia com as personagens, a gente se encontra na história e fica com aquele sentimento de que não estamos sozinhas.

Mas você, já leu o livro? Já viu o filme?? Corre logo pois está perdendo <3

Beijo grande no coração!!!

Uma canção para você – Luiza Trigo

Olá! E hoje é dia de resenha no blog 🙂 E Uma canção para você, de Luiza Trigo, foi a leitura selecionada!!

Uma canção para você

O que dizer desse livro tão fofíneo?

“Conta a história de Amanda, uma menina de 15 anos que mora no Rio de Janeiro, porém, vai passar as férias em Curitiba, na casa de seu pai. O combinado seria que passasse o ano novo com ele, mas, repentinamente, ela adiantou e pediu para passar o Natal também.

A verdade é que ela havia brigado com seu namorado, Igor, e queria fugir um pouco dessa situação, pra esfriar a cabeça. Até porque ela não conseguia esquecê-lo.

Chegando à capital paranaense, reencontra sua família: seu avô adoentado, tios e primos, em especial o Vinicius, seu primo preferido. Em meio a conversas, ela descobre que Vini ganhou uma bolsa para estudar música fora do país, e que, para conseguir ir, se inscreveu em um concurso musical, a fim de ganhar uma grana para sua viagem.

E, bem, para isso, precisou contar com a ajuda de Amanda. Deu um pouco de trabalho para convencê-la, pois iria precisar vencer um grande medo seu. Só que ela não espera conhecer Ricardo, melhor amigo de seu primo…”

 Uma canção para você atras

A história é toda lindinha, divertida, cheia de charmes.

Amanda havia terminado seu namoro de uma forma ruim, ela sofria um relacionamento abusivo e não percebia isso. Era muito nova, dava uma dorzinha no peito passar pelas linhas onde ela contava sobre seu namoro. E, principalmente, pelas conversas em que ela tinha com ele pelo telefone.

Deu uma tristeza em alguns trechos por pensar em quantas meninas novinhas não passam por esse tipo de situação.

Amanda também tinha um talento escondido, que só poucos sabiam. Tinha muuuita vergonha de se expor, de mostrar ao mundo o que tinha de melhor.

 

Uma canção para você autografo
Autografado sim 🙂

Uma canção para você te leva a uma reflexão sobre relacionamentos abusivos, força de vontade, superação e valor de uma família.

Amanda precisou contar muito com seus parentes para se superar precisou de amigos e de confiar em si mesma.

Não deixe também de conferir a resenha do 360 dias de sucesso, da Thalita Rebouças: 360 dias de Sucesso – Thalita Rebouças BEDA#12

Luiza Trigo mais uma vez me surpreendeu com essa história maravilhosa. Achei que leria um livro de romance água com açúcar para passar o tempo, mas acabei refletindo e me emocionando com cada parte.

Fora que o livro é todo lindinho. Todo final de capítulo é decorado com estrelinhas e notas musicais. Fora que os nomes de capítulo são nomes de música. Sempre que virava ficava me perguntando qual iria aparecer, e depois ficava cantando sozinha 🙂

Uma canção para você fonineo
Olha que fofura <3

Já conhecia Uma canção para você? E a Luiza Trigo? Para quem não sabe, ela quem escreveu Meus 15 anos, livro que originou o filme estrelado por Larissa Manoela.

Quem quiser conhecer mais da autora, indico ler o blog dedicado a ela: Luly Trigo!!

Beijo grande no coração de cada um <3

A menina que odiava livros – Manjusha Pawagi

Olá! Quem aqui já viu o vídeo A menina que odiava livros?

Livro A menina que odiava livros – Editora Melhoramentos

É um vídeo beeem curtinho, encontrado facilmente no YouTube, baseado no livro de mesmo nome, da autora Manjusha Pawagi.

Saiba mais do livro aqui: Google Books

Conta a história de Meena, uma menina que odiava livros (oooh), filha de pais que amavam histórias.

Sua casa era zoneada de livros, mas muitos livros mesmo, espalhados por todos os cômodos: na escada, debaixo da mesa, na cozinha.

Ainda que seus pais lessem muito, ela detestava, achava aquilo tudo uma bobagem sem fim.

Porém, um belo dia, sozinha em sua casa, algo meio insano lhe acontece e ela se obrigada a ler uma boa parte daquelas histórias, para poder resolver um probleminha…

Não contarei mesmo

Bem, acho que todos já sabem o que acontece no final: ela se encanta pelo universo literário, surpreendendo seus pais.

Uma história para crianças, inicialmente, mas acredito que seja para todas as idades. Não apenas por ser encantadora, mas pela lição singela que ela nos deixa.

Fonte: Criança é Vida

A menina que odiava livros me fez refletir em muitas coisas, mas, principalmente, sobre a questão que, lá no fundo todo mundo gosta de ler, mas cada um tem seu gosto, e ainda não descobriu o que mais lhe agrada.

Não era bem o fato de Meena não gostar de livros, mas ela nunca tinha parado para ler de verdade. E vejo que é bem assim que acontece: pessoas dizem não gostar de ler, mas na verdade nunca leram um livro.

Falando nisso, tenho um vídeo que fala sobre hábitos de leitura, deêm um clique para assistir: Hábitos de leitura!

Claro que muitos de nós não fomos acostumados com a leitura, líamos nas escolas por obrigação, para fazer prova e, geralmente livros que não nos interessavam.

Não era atoa que a gente costumava pegar resuminhos na internet, copiar do amigo ou ler de qualquer jeito.

A culpa não era nossa, dos nossos pais ou dos professores: sim de uma sociedade que não foi habituada a ler.

Acredito que as gerações que estão por vir tem mais sorte, estão tendo cada vez mais acesso a livros, conhecimento de quais obras são interessantes para ela.

Olha a internet aqui <3

Claro que o acesso ainda é ruim, mas está bem melhor que de anos atrás.

Fora que hoje em dia tem livro para todo mundo, né?

Enfim, sem blablablas, vamos ao vídeo:


Mas e aí, curtiram A Menina que Odiava Livros? Alguém já conhecia?

Deixem nos comentários o que acharam!

Beijo grande no coração!!!!

Outubro Rosa Literário – A TAG

Olá! Quem já viu a TAG Outubro Rosa Literário?

Hoje foi dia de respondê-la no canal!

Outubro rosa literario

Sei que o mês de outubro já está no fim, mas nunca é tarde para lembrar da campanha, momento de conscientizar todas as mulheres a se cuidarem e a prevenir o câncer de mama.

Acredito que o Outubro Rosa vai muito além do câncer de mama. É uma valorização da mulher, para que se ame, se cuide, se reconheça na sociedade.

E a TAG Outubro Rosa Literário vem para lembrar dessa campanha tão importante para nós mulheres.

Encontrei no IG Nas Entrelinhas, e vim responder para vocês essas perguntinhas:

TAG Outubro rosa literário
TAG Outubro ROsa Literário

 

Enfim, sem blablablas, vamos ao vídeo?

Curtiram? Bem, agora vamos taguear as amigas:

Blogs:

Instagram:

E você também que se interessou <3

 

 

E essa foi a TAG. Espero de coração que tenham curtido…

E cuidem-se, conheça-se, ame-se!

Felicidades para nós <3

Beijo grande no coração!!

Compras na Bienal do Livro RJ 2017

olá! Quem quer saber quais foram as minhas Compras na Bienal do Livro RJ 2017 ?

compras bienal do livro 006

 

Mas antes de assistir ao vídeo, quem lembra do post que eu fiz sobre quais livros queria comprar? Livros que quero comprar na Bienal RJ BEDA#25 <3

Clica pra saber se as minhas Compras na Bienal do Livro RJ 2017 foram as mesmas da wishlist!

Enfim, sem blablabla, vamos ao vídeo?

 

Mas e ai, gostaram das minhas Compras na Bienal do Livro RJ 2017 ?

Algum que já leu, que gostaria de ter ou que se interessou? Conte aqui pra mim nos comentários, hein!

Qual será que lerei primeiro? HAHA

Infelizmente com as matérias da faculdade puxadas estou com pouco tempo para me dedicar a leitura, optando por histórias menores, contos, crônicas, etc.

Mas a gente sempre pode dar oportunidade para uma boa leitura, né?

Em breve resenhas, fotinhas e comentários sobre eles, a medida em que for conseguindo ler.

Beijo grande no coração!

Vlog Bienal do livro RJ – 2017

Olá! Está no ar o Vlog da Bienal do Livro RJ de 2017 😉

Rio outubro 261

Aeeee!! Finalmenteeee!! O Vlog atrasou bem por conta do meu editor, que acabou bixando, tive que instalar outro, ir pro note da minha mãe… maior rolo aqui, mas o importante é que no final de certo 😀

Espero que curtam bastante, mostrei cantinhos, livros, o encontro de fãs de Harry Potter… enfim, o que consegui mostrar para que todo mundo sinta vontade de estar na próxima Bienal do Livro RJ ( e na Sampa, MG, Alagoas também, por que não?).

Ah, tenho o vlog da Bienal de SP do ano passado, clica aqui pra assistir: Vlog Bienal do Livro SP!!

E aproveitei para fazer algumas considerações sobre a organização do evento que não me agradou.

Rio outubro 270

Enfim, sem mutas delongas, porque hoje é dia de vídeo 😉

Bora conferir como foi minha Bienal do Livro RJ??

Gostaram? Espero que sim… Em breve o vídeo de comprinhas!

Beijo no coração!