Chegamos ao BEDA#31 e fim

Olá! Beda acabou, e com ele muita coisa ficou. Nem acredito que consegui, postei TODOS os dias mesmo.

tumblr_mfi7rnnOlt1rzsuryo1_500_large.jpg

Dá uma sensação boa de alívio, misturado com dever cumprido e felicidade. Estou satisfeita comigo mesma.

Para quem ainda não sabe o que é BEDA, só olhar o post do primeiro dia: O BEDA começou 🙂

E só ficou coisa boa, muito aprendizado para o blog, novas colegas, etc.

  • Conhecer blogs novos
  • Conhecer gente linda nova
  • Aumentar a interação com outras blogueiras
  • Redescobrir o grupo do FaceBook  United Blogs
  • Compreender que sou capaz de blogar todos os dias
  • Compreender que dá tempo para tudo
  • Aprender a me organizar melhor
  • Descobrir o melhor horário para minhas postagens
  • Desbloquear o bloqueio criativo (português lindio)
  • Melhorar a qualidade dos posts (tá que alguns ficaram meio xué, mas irei arrumar quando tiver tempo)
  • Ter determinação
  • Deu um gás para os próximos meses!

images (5).jpg

O ponto negativo foi ter enrolado com a matéria da faculdade, acumulei vídeo aulas e agora vou ter que ver tudo de uma vez só. Mas faz parte do aprendizado, estou aprendendo a ser organizada e o BEDA foi uma oportunidade de ouro.

Para saber mais sobre meus sentimentos com esse BEDA, só ler a TAG que respondi ontem: TAG: United Blogs BEDA#30

Outro detalhe legal de comentar é que não me organizei para ele, meio que decidi de última hora, ou seja, fiz as postagens todos os dias mesmo, na cara e coragem. Às vezes estava no ônibus e começava a rascunhar um texto para arrumar em casa depois. Foi assim que descobri como sou capaz 😉

Quer saber como estou aprendendo a me organizar? Fiz um post com esse tema: Rotina de organização – BEDA#21.

Enfim, assim despeço-me do BEDA. Aguarde a agendinha, pois já me organizei quanto aos dias de postagem 😉

Beijo grande no coração!!

bCjaQgE20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

TAG: Youtuber Iniciante BEDA#29

Olá! Bedinha acabando e, já que é Agosto, é mês de celebrar quando eu finalmente decidi levar meu canal a sério. E, para comemorar, gravei essa TAG: Youtuber Iniciante.

Não imaginava que fosse gostar tanto de gravar vídeos. Sei que ainda estou no começo e talz, edições mal feitas, poucos inscritos e visualizações, mas sei que estou no caminho e aprendendo cada vez mais.

Enfim, querem conhecer a TAG? Só clicar no vídeo aqui em baixo:

 

Curtiram? Mais algum Youtuber Iniciante aqui? Vamos dividir nossas experiência e melhorar cada vez mais nossos canais.

E, ah, encontrei essa TAG nesse blog maravilhoso aqui, que sempre me salva nas horas de bloqueio criativo:

Perguntas para TAGs: Youtuber Iniciante

Um beijo no coração!!

O ovo e a galinha – Projeto Clarice-se BEDA#28

Olá! O ovo e a galinha foi o conto dez Clarice Lispector escolhido para o mês de Agosto.
Caramba, que conto louco!
Não sei nem descrever, fazer um resuminho rs bem Achei bem confuso, difícil de entender. Confesso que, pela primeira vez nesse projeto, resolvi ler uma análise antes de fazer a minha (não gosto para não influenciar). E, ainda assim, fiquei confusa rs

Fonte: Mais um leitor

A análise foi encontrada aqui: Literatura UOL

O ovo e a galinha me fez pensar em como nós seres humanos somos vistos pela sociedade. Há quem diga que na verdade a Clarice comparava apenas com a mulher, e acho que faz todo o sentido.

Quem vê um ovo, vê apenas a casca, escolhe pela casca, pela cor e não vê nada além disso, não pensa em o quê e como está por dentro. Bem, apenas quando estamos com fome e queremos comer o ovo.

Alguma semelhança com os seres humanos, mais precisamente, as mulheres?

Enxergamos o outro como uma casca, raramente paramos para pensar o que ele pensa, sente, ama. Julgamos pelas aparências não temos o hábito de compreender o interior do outro. Bem, mas quando há algum interesse…

É um conto para reler milhões de vezes e, cada vez mais, tirar algum proveito. O próprio artigo do site Literatura UOL lembrou que O ovo e a galinha é um conto meditação. E sim, meditar, como diria uma palestrante que já ouvi, não é ficar apenas fazendo mantras e ficando quietinhas, mas parar para analisar as coisas, o dia a dia.

Parar para observar um ovo é uma forma de meditação. Olha quanta coisa tiramos com ele?

Não apenas para pensar no outro, no papel da mulher na sociedade, mas na gente mesmo, no cotidiano. Quanta coisa boa não há em nós mesmos? Mas ficamos presos numa casca, com medo de quebrar para descobrir o que tem dentro de nós?

É interessante, no final, quando o narrador percebe que não é mais o mesmo depois de observar o ovo. Sim, não somos mais os mesmos após observar a fundo qualquer coisa, nos tornamos diferentes, mais reflexivos.

Enfim, um conto filosófico, profundo, reflexivo.

Sei que minha análise foi superficial. Quero reler o conto com calma e estudar mais sobre ele.

Alguém já tinha lido O ovo e a galinha? Vamos trocar análises, é bem complexo e interessante.

15871650_348801332173570_5356675192006676059_n

Encontrei o conto aqui: O ovo e a galinha

Beijo no coração!

bCjaQgE20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

TAG: Criança dos anos 90 BEDA#27

Olá! A TAG Crianças dos anos 90 está bombando na blogosfera. A cada post que leio fico ainda mais encantada, por recordar essa fase tão especial da vida!

 

tag anos 90.jpg

Preparados para viajar no tempo e se afogar em nostalgia? Vamos lá:

1 – Fotos da infância

2 – Uma memória boa da infância

Quase ela toda rs. Mas lembro muito quando morava numa vila (Vila Paraíba) e as ruas não eram asfaltadas. A gente brincava na terra, fazia brigadeiro de barro, andava de bicicleta e jogava bola. Lembro que a gente sabia quando estava na hora de entrar para tomar banho e jantar quando o sol começava a se por. Alegria da vida era o horário de verão.

3 – Um cheiro da infância

Pode parecer estranho, mas lembro até hoje do cheiro da merendeira que levava na pré-escola. Alguém lembra daquelas lancheiras dos anos 90 que você fechava com a tampa da garrafinha pra fora? Pois bem, tenho essa lembrança.

Essa daqui, ó

4 – Brincadeira preferida na infância

Nossa, mas eu brincava demais. Brincava na rua, em casa, na casa dos outros… Desde jogos de tabuleiro, Barbie e todos os piques possíveis. Aliás, tenho um post falando sobre elas: Brincadeiras preferidas da infância.

5 – Desenho preferido na infância

Eram muitos, mas o número 1 era Capitão Planeta. “Vaaaaaai  Planeeetaaa!!” Também tenho um post sobre eles aqui: Cinco desenhos preferidos da infância.

6 – História engraçada da infância

Eu sempre fui miquenta, embora não fosse a criança mais divertida de todas. Enfim, uma vez estava sem luz na casa da minha vó, ela acendeu uma vela (dã!). Eu estava na cama conversando com ela e meu irmão e de repente, um cheiro de queimado: havia deixar meu cabelo queimar na vela (loka!).

7 – O que você queria ser na infância?

Já quis ser de tudo. Professora, Veterinária, Apresentadora de TV, e sonhava em ser famosa. Era louca desde pequena, tenho dito. E falava que ia escrever um livro, adorava pegar a máquina de escrever da minha mãe pra brincar, ela achava fofo. Não é que isso foi pra frente?

8 – Como você era na escola?

Nerd. Só tirava nota boa, me preocupava em estudar, fazer tudo direitinho pra ganhar carimbo de parabéns da professora. Tinha minhas amiguinhas (algumas falo até hoje, né Bruna, Aline, Tássia…) mas não era popular. Aliás, não tinha essa de popular na época, todo mundo tinha seus amiguinhos e pronto. E lembro que fazia as redações mais mirabolantes da vida.

9 – Qual era seu medo na infância?

Do Velho-do-Saco. Morria de medo do moço que passava na rua recolhendo as crianças no saco pra fazer sabão. E de me perder. HAHAHA *rindo sozinha qui*

E assim termina a viagem no tempo. Quem aqui foi criança nos anos 90? Compartilhe as maiores lembranças. Época boa, não?

Créditos para a TAG: E agora, Isadora?

Beijo grande no coração!!

bCjaQgE20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbeda

 

 

Livros que quero comprar na Bienal RJ BEDA#25

Olá! Antes de ontem avisei que a Bienal RJ está chegando! Hoje é dia de mostrar quais os livros que quero comprar 🙂

Para quem não viu, o post da Bienal Rj está aqui: Bienal do Livro Rio de Janeiro está chegando!

Eu todo ano faço uma listinha singela, tanto para Bienal RJ quando para a de Sampa. E a verdade é que eu nunca compro todos, acabo escolhendo outros, pego a metade do que planejei, não acho um, inverto tudo, acaba dinheiro… o importante é ler! Claro que tem aqueles que ficam na fila esperando oportunidade/vontade.

Enfim, sem muitos blablablas, vamos aos pedidos da Bienal RJ de 2017:

1 – Férias, amo e chocolate quente – Patrícia Barboza

Fonte: Blog oficial da Patricia Barboza

Adoooro essa moça. Encantei-me com ela enquanto pessoa e acabei comprando seu livro A Consultora Teen. Amei também e agora estou louca nesse lançamento.

Sinopse aqui: Férias, amor e chocolate quente

 

Samantha Sweet, executiva do lar – Sophie Kinsella

Fonte: Livraria Saraiva

Quem viu meu post Projeto Fotográfico Agosto percebeu que a Sophie Kinsella é uma das minhas escritoras favortitas <3 Tive o prazer de conhecê-la na Bienal RJ de 2015, tirar foto e pegar autógrafo com ela. Mas minha coleção ainda está pequena, quero mais dela e fiquei louca com esse.

Sinopse aqui: Livraria Saraiva

 

Um milhão de motivos para casar – Gemma Towley

Fonte: Moonlight Books

Uma amiga me contou desse livro já tem um tempo, no ônibus, mas eu não gravava o nome de jeito nenhum (risos). dando um rolê na livraria dei de cara com ele e lembrei o nome do bendito. Li a sinopse e fiquei com mais vontade ainda <3 Típica comédia romântica que gosto. Leve e divertida.

Sinopse aqui: Um milhão de motivos para casar

 

Mordida – Meg Cabot

Fonte: Editora Record

Vocês vão rir de mim, mas esse livro estava na lista do ano passado. A verdade é que costuma ser quase impossível entrar no estande da Record. Sorte que na Bienal RJ eu vou com mais calma. Esse livro é continuação do Insasiável, que ameeei demais e sempre tive curiosidade em saber como continuava. Já havia falado dele aqui: 7 sentimentos, 7 livros. E faz tempo qe não compro nada na Meg.

Sinopse aqui: Mordida

Ah, quer saber qual foi minha Whislist do ano passado? Só clicar aqui: Livros que quero comprar na Bienal SP

 

Escândalo! – Tammy Luciano

Fonte: Blog oficial da autora

Assim como a Patrícia, a Tammy eu também conheci primeiro como pessoa. E me encantei! Ela dá muitas diquinhas para escritores, assim como a Paty. Li Garota Replay e fiquei encantada com o jeito delicado que ela tem de levar a gente a refletir, numa história bem envolvente. E estou doida pra comprar Escândalo, que pareceu ainda mais legal. E espero encontrar com ela pessoalmente e pegar um autógrafo. Nem preciso falar da capa, né?

Sinopse aqui: Escândalo!!!

E, claro, assim como no ano passado, também quero nessa Bienal RJ comprar um livro de um autor novato, ainda desconhecido, para prestigiar.

E, sim, não posso esquecer de falar de duas coisas:

Preciiiso começar a colecionar livros extras de Harry Potter, ainda não tenho nenhum desses novos, lindos, de capa dura, caros… Vou tentar começar agora na Bienal RJ.

Fonte: Accio News

E, por fim, para quem leu o meu post Peter Pan – Edição Comentada e Ilustrada, sabe que agora eu quero a coleção dos clássicos Zahar. Ainda não sei qual vou comprar primeiro, mas com certeza aparecerá um no meu vídeo de comprinhas 🙂 Provavelmente comprarei O Mágico de Oz.

Fonte: Babilonia Editorial

Mas e aí, será que vou cumprir essa lista?

Cumprindo ou não, no próximo feriado estarei lá na Bienal RJ. Quem ainda não me segue no Instagram, só procurar @cariocadointerior que vai rolar stories se a Vivo permitir.

Quais livros vocês estão na lista pra comprar? Alguma dica pra mim?

Beijo grande no coração!

 

 

Praia do Saco e tchau Aracaju – SE BEDA#24

Olá! Praia do Saco foi meu último passeio em Aracaju – SE.

É uma praia tranquila, gostosa, boa para descansar.

Praia do Saco
Vista da Ilha da Sogra para a Praia do Saco

Como falei no vídeo, tem duas opções de passeio: de Bugre e de Lancha. Como já passeamos de bugre em Mangue Seco (Bahia) e outros lugares como Maceió e Natal, decidimos passear de lancha. A cara da riqueza. não?

Só que precisávamos de pelo menos 5 pessoas para encher a lancha. Ninguém mais quis (risos!) Alguns turistas preferiram andar de bugre e outros apenas curtir a praia. O rapaz, de nome Rodrigo, foi suuuper gente boa e fez o passeio mais barato pra gente, só que diminuiu o roteiro e, consequentente, o tempo.

E valeu a pena, hein!

Praia do Saco (2)
Eu e mamãe na lancha

Sobre as duas ilhas que conhecemos fora: Ilha da Sogra e Ilha do Sogro. A da sogra tem uma história bem engraçada:

Conta que certa vez uns pescadores foram nessa ilha e um deles levou a sogra. Na hora de ir embora, apressados com medo de a maré subir, pegaram o barco e foram embora, deixando a senhora para trás. Em casa, quando deram falta, entraram em desespero e voltaram imediatamente para a pequena ilha, onde tinham esquecido a pobre coitada. Porém, o desespero foi maior: ela não estava por lá. A maré já havia subido quase por completo e, sem mais onde procurar e nada a fazer, voltaram para casa, em pânico, sem saber como dar a notícia. Ao retornar, a surpresa: a esperta senhora estava lá! Percebendo que tinha ficado sozinha, avistou outro pescador passando por lá, chamou sua atenção e pediu carona para volta. Reza a lenda que o genro ficou com muita raiva do colega de profissão.

Mesmo doente, sem voz, curti por demais a Praia do Saco. E consegui gravar um vlog. Espero que curtam:

 

E aí, o que acharam da Praia do Saco? Linda demais, não?

Infelizmente o tempo não colaborou muito, deu uma chuvinha, mas deu pra curtir do mesmo jeito.

E assim despedi de Aracaju, com gostinho de quero mais. E chega ao fim da saga de vídeos de lá.

voo 027
Da janela do avião

Quem acompanhou todos os posts de vídeos dessa viagem aqui no BEDA? Se não, ou se perdeu algum, vou disponibilizar:

Canyons de Xingó – SE – BEDA#20 | Mangue Seco (Bahia) – BEDA#17 | Oceanário e Projeto Tamar – Aracaju BEDA#13 | City Tour em Aracaju – SE – BEDA#9 | Passeio pelo Velho Chico BEDA#6 | Partiu Aracaju? BEDA#2

Um beijo no coração

 

Bienal do Livro Rio de Janeiro está chegando! BEDA#23

Olá! A Bienal do Livro Rio de Janeiro está chegando!! Quem está animado aí lavanta a mão?

Ela iniciará dia 31 de Agosto e irá até o dia 10 de Setembro. Ou seja, tem dia pra caramba pra gente escolher, poder curtir e ver novidades literárias!

Ano retrasado, a Bienal do Livro Rio de Janeiro contou com várias novidades, como, a principal, a mudança do espaço físico. Lembro que em 2013 estava sendo impossível circular nos corredores, em especial no dia do Nicholas Sparks. Muito lotado. Por isso mudaram muito, alargaram as ruas e as sessões de autógrafos foram feitas do lado de fora. EU achei bem melhor. Aliás, a área externa também foi ampliada.

Esse ano achei que as notícias estavam meio devagar para chegar. Ou era minha ansiedade? O importante é que realizei uma pesquisa e consegui organizar algumas informações. Olhem só:

Autores internacionais confirmados:

Abbi Glines – Mais uma chance | Gayle Forman- Se eu ficar |Gayle Forman – Flores Partidas | Paula Hawkins – A Garota do Trem |Carl Hart – Um preço muito alto | Nuccio Ordine – A utilidade do inútil | Charles Duhigg – O Poder do Hábito | Victoria Schwab – Um encontro de Sombras | Jenny Han – Para todos os garotos que já amei

Algum pirando aí? Infelizmente nenhum desses autores são meus preferidos e que me fariam ir até lá, como aconteceu em 2015 com a Sophie Kinsella. Mas para quem gosta, só imagino a emoção. Tenho muita vontade de ler A garota do trem, mas como não li vou dar oportunidade para os fãs.

Autores nacionais:

Paulo Vieira, Ziraldo, Mauricio de Sousa, Pedro Bandeira, Mario Sergio Cortella, Daiana Garbin, Daniel Barros, Raphael Draccon, Carolina Munhóz, Paula Pimenta, Carina Rissi, Eduardo Spohr, Affonso Solano, André Vianco, Babi Dewet, Carol Christo, Pam Gonçalves e Melina Souza…. E nossos queridinhos não tão famosos que estarão por lá nos esperando para prestígio.

Os encontros acontecerão no Auditório Madureira, com possibilidade de diálogos e, posteriormente, autógrafos. Há distribuição de senhas para essas atividades, legal correr para conseguir pegar 😉 Os horários para distribuição ainda não foram divulgados.

A programação já está no site: Encontro com autores.

Ingressos

Já estão a venda no site. Sugiro comprar on line para evitar filas. Blogueiros costumam ter direito a entrada gratuita, mas tem a avaliação do blog primeiro. Uma coisa legal desse ano é a possibilidade de comprar os ingressos para grupos. Facilita e gera um descontinho.

Os ingressos podem ser comprados Aqui. Para gratuidade, o credenciamento é feito AQUI

Geek e Quadrinho

Aaah, a galera geek vai ganhar um espaço genial na Bienal desse ano. Eu com certeza irei. A programação toda já está disponível AQUI.

Enfim, estou bem animada, irei no feriado de 7 de Setembro, talvez vá dois dias. Com certeza vai rolar vlog, vídeo de compras, stories no meu Instagram.

Para quem não nunca foi, vale a pena. Tem muuuita coisa legal pra ver e aproveitar. Para quem mora longe, pode conferir os vlogs depois e torcer para que tenha uma Bienal bem pertinho de você. Acredito que as feiras literárias estão se expandindo. Aqui na minha região já temos duas, de pequeno porte, uma ainda bem fechada e mal divulgada, mas é interessante e ajuda no incentivo a leitura.

Para dar mais gostinho, vou deixar disponível meus vídeos da Bienal de SP, ano passado e comprinhas:

Vlog Bienal do Livro SP | Compras no Bienal SP

Para fechar: A planta da Bienal do Livro Rio de Janeiro:

Bienal do livro Rio de Janeiro.png

Um beijo grande no coração!!

20525499_10203527614667196_580634045942943932_nbedabCjaQgE

Rotina de organização – BEDA#21

Olá!! Organização nunca foi meu forte. Assumo. Sou desorganizada, fico perdida na bagunça e esqueço de tudo. Mas para conciliar Creche, blog, Livros, faculdade e vida pessoal fui quase que obrigada (risos) a aprender a me organizar.

🙂

No final do ano passado li o livro “A mágica da organização” e decidi reorganizar tudo aqui em casa, mencionei tudo nesse post aqui: Arrumando a bagunça. Bem, passou pouco tempo e já estava tudo muvucado de novo e meu trabalho parou voltou a não render mais. A verdade, e o livro explica bem isso, é que organização e produtividade andam juntas.

Foto minha

Resolvi então reorganizar tudo direito, arrumar o que não estava bom ainda. Fato que ainda preciso muuuuito melhorar, mas visto do que era antes, mudei muito e tenho aprendido demais com os erros.

Enfim, coisas que passou a fazer parte da minha rotina de organização:

Planner

Gente, não vivo sem mais. Ele não é perfeito, mas só tem me ajudado.

Fonte: Pinterest

 

Listinhas a mostra

Ficam pregadas no meu mural de fotos. Vou anotando as coisas que preciso fazer e deixando lá. Não é bonito, mas é funcional.

Do Pinterest, mas confesso que uso a folha em branco mesmo.

 

Caixinhas com objetos de uso separados

Tá, não necessariamente caixinhas, mas separo adesivos, papeis, lápis de cor e blablablas em lugares diferentes, aí quando preciso de algo já sei onde ir.

Fonte: Pinterest

 

Pasta sanfonada

Isso para organizar os livros que estou escrevendo. Cada divisória da pasta, uma história diferente. E os rascunhos de posts do meu blog. Aliás, fiz um vídeo ano passado mostrando: Organizando minhas escritas.

Minha pasta com as escritas organizadas

Escrivaninha com pouca coisa

Já viram aquele negócio “menos é mais”? Pois bem, muita coisa na minha escrivaninha, no meu quarto, me irrita. Tirei tudo que é desnecessário, inclusive enfeites e guardei no armário e gaveta. Ainda tenho muita coisa pra desfazer, mas melhorou taanto. Quando tiver legal tiro foto 😉

E

Do pinterest, mas bem que podia ser meu quarto né rs

Enfim, essas são as coisas que já consigo fazer para me organizar.

Alguém tem mais alguma dica de organização pra mim? Suuper aceito.

Devo esse post à minha mãe, pessoa mais organizada que conheço, que desde pequena me ensinou a ter uma agenda e imagino como penou (e ainda pena) comigo para que eu me ajustasse nesse quesito, mas que tem toda a paciência e compreensão do mundo (toda, toda paciência é exagero) com minha pessoa.

E agradeço ao Pinterest, com suas 1000 sugestões de organização e modelos de planner prontos para impressão.

Beijos no coração

Canyons de Xingó – SE – BEDA#20

Olá! E os Canyons de Xingó é nosso destino da vez 😉

Quem ver o vídeo vai perceber como não tenho palavras para descrever a beleza desse lugar.

De fato, um dos maiores motivos de eu querer ir a Aracaju era pra conhecer os Canyons de Xingó. São esses paredões maravilhosos que vocês estão vendo nas fotos. 

Aliás, foi bem difícil fazer fotos legais para postar, já que a paisagem era completamente disputada. Sorte minha ficar em um local privilegiado. Bem no meio da embarcação, com poucas pessoas na minha frente.

Bem, falando sobre o passeio agora:

  • Os Canyons ficam beeeem longes de Aracaju. Leva 4 horas de ônibus até o destino onde a gente pega o cataramã. É cansativo, sim. Mas super compensa.
  • Chegando lá, a gente desce em um restaurante, às margens do Rio São Francisco, onde pegamos a embarcação.
  • Leva em média uma hora todo o percurso até o destino final, que vocês vão ver no vídeo. Os Canyons ficam beeem mais adiante. Vai dando uma ansiedade no cataramã.
  • Também é possível fazer esse passeio por Maceió. Só que é mais longe :s
  • Achei o almoço caro. A comida era gostosa, mas nada demais. Na embarcação oferecem petiscos, acho que vale a pena para quem quiser ir beliscando durante o dia. Só que fiquei preocupada em ter fome durante a viagem de volta.
  • Ah, na volta eles pararam em uma casa de doce. Pra quem é formiga, vale a pena. Eu como não curto muito, acabei não comprando, mas quem comprou lambeu os beiços.
  • Para quem quiser ir por conta própria existem cidades mais perto que oferecem estadia para pernoitar antes de seguir viagem.

A rota do sertão é LIIINDA! Não conseguirmos ver a caatinga como vemos nos livros de escola porque, felizmente, choveu no sertão nessa época, mas estava sim tudo lindo, aqueles cactos gigantes!!!

Fazer esse passeio era um sonho desde conheci. Uma das paisagens mais lindas do Brasil e eu tive a oportunidade de conhecer. Muita gratidão por isso. 

Enfim, vamos vídeo:

 

Gostaram? Claro que não mostrei tudo rs.

Vamos divulgar os Canyons de Xingó para que mais pessoas tenham oportunidade de conhecer. Infelizmente ainda é pouco divulgado.

Ah, já que falei em Rio São Francisco, tenho um vídeo do meu passeio até a Foz: Passeio pelo Velho Chico

 

Beijo no coração!

Dia Mundial da Fotografia – BEDA#19

Oláá!! Hoje é dia Mundial da fotografia!

Adooooro fotografar. Já contei toda a história nesse post aqui: http://cariocadointerior.com.br/index.php/2016/08/19/dia-da-fotografia-beda-19/.

Desde que engrenei de verdade no Pinterest, ano passado para ser mais exata, comecei a desvendar novidades na fotografia. Comecei a estudar o assunto interessada em fotografar pessoas. Hoje, com o blog, meu foco mudou e passei a me interessar cada vez mais nos objetos.

O Pinterest me apresentou fotografias divinas, novidades, ideias que, aos poucos, estou colocando em prática. Descobri o Flatlay e estou aplicando no meu Instagram. E amando!

O que andei aprendendo?

  • Usar e abusar da luz natural. Ambientes claros são sempre um bom pedido.
  • Luminárias caseiras e fáceis de fazer. Ainda não fiz (me julguem) mas estou precisada. Sai bem mais barato e dura.
  • Fundo branco é quase que coringa. Até porque quanto mais clara mais bonita, na minha opinião.
  • Dá pra arriscar em umas fotos escuras, por que não?
  • Brincar com acessórios. Testa aqui, tenta ali, até montar.
  • Aproveitar de tudo para virar o fundo da foto. Já usei até camisa (loka!)
  • O menos é mais. Não dá pra abusar muito, acho que poluí a cena.
  • Sem medo de errar, do feio e do julgamento. Estou para aprender e aproveitar as boas ideias.
  • Posso mudar de opinião sim, investir e testar.

Fotografar é para mim como brincar. Pra mim é terapia, é divertido, é gostoso. Acho que se fosse pra ser profissional não iria ver tanta graça. Mas admiro e aplaudo quem usa a fotografia profissionalmente, que faz por amor e arrasa nas fotos.

E você, curte fotografia? Vamos compartilhar diquinhas e melhorar cada vez mais.